18/08/2017 20:10 - Atualizado em 18/08/2017 20:12

Arapiraca “revive” ambiente do Bar do Paulo neste sábado

 

Há cerca de cinco anos, o saudoso Bar do Paulo fechava em definitivo as suas portas em Arapiraca. O estabelecimento foi famoso nos anos 1970 e 1980, levando novidades musicais para toda uma geração de jovens sonhadores.

Para celebrar o seu legado que perdura até os dias de hoje, neste sábado (19) a partir das 21h, o Baco Pub vai realizar um evento em culto a tudo o que o incentivador cultural Paulo Lourenço da Silva fez por esta cidade: haverá um revival do Bar do Paulo.

Com a sua vitrola a postos, ele mais uma vez será o DJ do Agreste colocando canções selecionadas para os presentes, diretamente de sua extensa coleção de vinis nacionais e internacionais, beijando o jazz, dançando com o melhor da MPB e correndo lado a lado com o rock e o blues.

Na seara gastronômica, além do menu do próprio Baco Pub, haverá a tradicional costela de porco da dona Antônia, esposa de Paulo do Bar. O prato era um dos mais concorridos de Arapiraca, tendo sido destaque até em revistas regionais de turismo.

“Esta é uma atitude de fortalecimento dos nossos ícones culturais. As homenagens vêm sempre regadas de entusiasmo e de gratidão. Então, o que vemos é que temos muito a agradecer ao seu Paulo pela nossa formação como pessoas”, diz Albério Carvalho, que ao lado da arquiteta Rosângela Carvalho e dos gerentes do local, Alex “Mago” Lúcio e Maísa Carvalho, idealizou esse evento.

No Bar do Paulo, debatia-se Cinema Novo, filosofia, literatura daqui e de fora, política e, claro, muita música. Isso em plena ditadura militar – um belo exemplo de resistência cultural no interior alagoano. E o Baco Pub é reflexo do que ele projetou naqueles tempos.

Por sua vez, o Baco Pub é um ambiente alternativo e fica exatamente onde era o antigo QG, na Avenida Governador Luiz Cavalcante, bairro Novo Horizonte.


Breno Airan, Ascom Arapiraca