05/04/2021 13:19 - Atualizado em 05/04/2021 13:22

Aniversário de Cazuza: 5 curiosidades sobre o cantor

 

Caso estivesse vivo, Cazuza completaria 63 anos neste domingo (4). Em sua carreira meteórica, ele foi vocalista do Barão Vermelho e, em seguida, apostou na carreira solo. Voz de sucessos como Codinome Beija-Flor, Bete Balanço e Pro Dia Nascer Feliz, ele sagrou-se um dos maiores cantores da música brasileira. Veja abaixo 5 curiosidades sobre o artista:

Como surgiu o nome artístico
Nascido Agenor de Miranda Araújo Neto, quem criou o apelido foi seu pai, o produtor musical João Araújo. Ele começou a chamar o filho de Cazuza (sinônimo de moleque no Nordeste) quando o menino ainda estava na barriga da mãe. João, aliás, chegou a presidir a gravadora Som Livre e, por isso, Cazuza cresceu cercado por artistas como Elis Regina e Caetano Veloso.

Amizade com Pedro Bial
Cazuza e Pedro Bial foram amigos e colegas de escola. Em uma entrevista de 2019 no programa Amigos, Sons e Palavras, o jornalista contou que em certo momento os dois fizeram um trabalho em que deveriam entrevistar “alguém importante”. O pai de Cazuza conseguiu que o poeta Vinicius de Moraes recebesse os meninos em sua casa para a entrevista. “Ele deu uísque pra gente, tínhamos 11 anos e voltamos bêbados pra casa. Melhor começo impossível. Depois, quando adulto, ficamos sabendo que ele não tinha muita paciência pra criança, mas a gente conhecia a obra dele e falava de poemas", relembrou Bial.

Barão Vermelho
Apesar de demonstrar interesse pela música desde muito cedo, Cazuza não queria ser visto como alguém que ficou famoso porque o pai “tinha poder”. Antes disso, ele tentou várias profissões: fotografia, ajudante de escritório, teatro… Mas não teve jeito, era a música. Leo Jaime deu um empurrãozinho e o indicou como vocalista para o Barão Vermelho, que se tornaria uma das melhores bandas de rock dos anos 1990. O primeiro disco, de 1992, só saiu depois de muita insistência do produtor Ezequiel Neves e do diretor artístico Guto Graça Mello com o pai de Cazuza, que não queria gravar as músicas de seu filho.

Namoro com Ney Matogrosso
Cazuza e Ney Matogrosso se conheceram em 1979, quando o primeiro tinha 17 anos e o segundo 39. Eles engataram um relacionamento-relâmpago que, de acordo com Ney, “durou pouco, mas foi muito intenso”. Depois do fim do namoro, os dois continuaram amigos até a morte de Cazuza alguns anos depois.

Aids
Cazuza foi a primeira personalidade brasileira a declarar publicamente que havia sido infectado com o HIV, quando o assunto ainda era um tabu enorme. Esse ato de transparência ajudou muitas vítimas a lidarem melhor com a doença. Ele foi com os pais para Boston, nos Estados Unidos, para tentar a droga AZT, único tratamento disponível na época. Mas em 1990, aos 32 anos, ele faleceu em decorrência de complicações da doença. Depois disso, seus pais criaram a Sociedade Viva Cazuza, que tem como objetivo prestar assistência a crianças e adolescentes diagnosticados com Aids.


GQ Globo