10/04/2017 00:19

HOMENAGEM A UMA GUERREIRA

 

Foi sepultado em clima de muito pesar na tarde de ontem no Cemitério Pio XII, na alagoana cidade de Arapiraca, o corpo de Maria Aparecida Pereira, ela que foi vereadora por Arapiraca em cinco mandatos por eleição direta e secreta.

Conheci essa grandiosa e magnífica mulher nos anos 70, tempo em que político era respeitado, merecia a confiança da sociedade, tinha acesso livre e digno nos meios de comunicação, andava sem segurança e era aplaudido onde chegava. Naquela época, ter um político na família era motivo de muita honra para toda e qualquer família brasileira.

Maria Aparecida como era conhecida, filha do saudoso André Félix, que abraçava a causa social de sua filha e muitas das vezes bancava seu projeto social, encontrou um caminho para trilhar e ajudar, ajudar as viúvas, as mães solteiras, as mulheres sem marido e as crianças órfãs, ela não pausava esforços nem media distâncias para encontrar saídas para cada pessoa que a procurava. Maria, tornou-se a maior “Assistente Social”, sem diploma que a Arapiraca e a Região pode conhecer.

Não conheço nenhuma cidadã em Arapiraca e Região que tenha “individualmente” produzido e realizado tantas ações sociais como essa “Assistente Social” sem diploma. Maria Aparecida era a mãe das mães, a mãe das buchudinhas, a mãe das crianças órfãs, a mãe das mães sem marido. Maria era a mãezona.

No mundo político partidário a vereadora foi a figura mais desprezada pelos “colegas”, pelos “governantes” e pelos “coronéis da política”, pois, eles tinham “inveja” da sua possível ascensão política administrativa e social.

Maria Aparecida Pereira da Silva, recebeu as honrosas “homenagens silenciosas” mais singelas que um ser humano útil pode receber, ao lado do seu corpo estavam presentes, seus familiares mais diretos, seus verdadeiros amigos e uns poucos políticos.

De parabéns esteve Maria Aparecida, que ao longo de sua vida dobrou-se a fazer caridade, seus filhos que dividiram riquezas e amor com todos os acolhidos por ela e, seus familiares que a ajudavam oferecendo-lhes apoio logístico. De Parabéns está Arapiraca que teve uma filha grandiosa na presença de Deus.