20/08/2018 13:33

COLIGAÇÕES PARTIDÁRIAS, MISTURA DE GREGOS E TROIANOS

 

Brasileiras e brasileiros de alguns anos para cá, vivem atordoados nos momentos políticos feito “moscas brancas” pousando de prato em prato sem saber qual alimentação deve comer, pois um mandato do executivo, está agrupado a quatro anos intercalados por anos eleitoreiros, nos quais “”eleitores “sem” votos””, serão submetidos ao “voto indicado” por alguém que lhe fez um pequeno favor político.

Nesses intervalos, surgem os políticos profissionais, agindo sempre de má fé e de maneira grosseira, pensando só e exclusivamente em suas reeleições e cuidadosamente costuram as famigeradas coligações que abusivamente juntam os “bons/gregos” e os “maus/troianos” no mesmo palanque, deixando os bons eleitores atônitos, “sem escolha”, “sem razão” e “sem ânimo”.

Até quando “eleitores” e, homens e mulheres de bem serão submetidos a esse tipo de processo eleitoral abusivo, cruel, enfadonho, truculento, etc e tal? Até quando?

Por: Samoel Balbino de Melo (62), humanista, funcionário público, contador, bacharel em direito, (Arapiraca, Alagoas, Brasil).