09/07/2019 18:40

Quanto tempo o tempo tem?

 

No Jornalismo o tempo é um bem precioso. Todos correm pra cumprir a pauta dentro do tempo para não estourar dead line(jargão para o limite do horário para entrega do material pronto).

O informe chega, precisa ser checado, precisa ser avaliado, precisa virar informação. Precisa de imagem, precisa de citação, de entrevistado, precisa colocar no ar, no site, no telejornal, precisa colocar na página do impresso, pra ser impresso na edição de amanhã. Se correr demais e "esquecer" de cumprir algumas regrinhas de checagem, o risco de ser uma "barrigada" (quando a informação está errada) é grande.

A sede pelo furo de reportagem pode fazer alguém tropeçar nos ponteiros do relógio. Sair na frente nem sempre é sair com a informação certa ou mais completa.

Isso exige rapidez no raciocínio, fontes seguras, ouvir as cobranças pra cumprir a pauta no tempo...no tempo...e informar o público. Se demora? Depende da rapidez, da agilidade de quem faz. Precisa pensar!! Não pode se deixar envolver pelo tic tac. Um olho no relógio e outro na informação. na velocidade das notícias é mais fácil lembrar de uma barrigada que de um furo de reportagem. Até porque, em questão de minutos, a história estará nas redes sociais e nas conversas instantâneas.
Cuide do tempo. Cuidado com o tempo.

Ele pode ser amigo. Mas também pode ser muito cruel. Depende de como você o trata. Se tem respeito vai receber benefícios. Se dá com os ombros, o tempo maltrata. Precisa aprender a lidar. Não é pra encher a vida com calendários e relógios. A areia do tempo cai ininterrupta e no mesmo ritmo. Você decide como quer aproveitar cada grão de areia. Não “aproveite” pra fazer o mal o mais rápido possível. O mal feito encontra tempo pra voltar três vezes pior pra quem fez.

Aquele 1 minuto que faz diferença na entrevista, aqueles milésimos de segundo numa corrida que separam a derrota da vitória. O despertador que não tocou música, aperta o "soneca" pra mais cinco minutinhos, por favor. Tempo só pra fechar e abrir novamente os olhos. Aquele tempo pro descanso, aquele tempo pra correria da vida, aquele tempo pra você!! A gente não faz hora extra na vida. Nem adianta contar as horas...Ansiedade quer adiantar o tempo, mas a hora não passa mais rápido por isso.

E o hoje??
E o agora??
E o já??
Quer pensar no futuro?

Construa agora...faça agora, seja agora...e o futuro será a consequência boa das atitudes e dos bons pensamentos.

Olhe o relógio, escute o motor acionado pela bateria, perceba que os ponteiros não se aperreiam. Aprecie o tempo. Aproveite pra estudar, trabalhar, sorrir, brincar.

Nunca, jamais é tarde demais. Faça amizade com o tempo.

Ah, escrevi esse texto por causa da ansiedade de falar sobre o tempo. Foi passatempo...foi pra passar o tempo. O tempo passou, escrevi, não cometi o crime de matar o tempo.
Olha a hora!!!