Notícias / Alagoas


Imprimir notícia

14/02/2018 10:14 - Atualizado em 14/02/2018 10:17

A ineficiência na segurança do Governo Renan Filho

 

Sempre anunciando obras ou outras ações que, até agora, só serve para sua propaganda para a tentativa de reeleição a população de alagoas segue refém da violência, agora a ineficiência do Governo chega a entes públicos.

A matéria publicada no portal Gazeta Web mostra que bandidos assaltam comandante geral da PM e roubam veículo oficial da SSP.

O comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas (PMAL), coronel Marcos Sampaio, teve o carro levado em um assalto, ocorrido na noite desta terça-feira (13), no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió. O veículo pertence à Secretaria de Segurança Pública (SSP) e era utilizado pelo comandante.

A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, coronel Lima Júnior. A Amarok de cor branca e placa QLE 2394 foi levada enquanto o coronel comia em uma lanchonete. Ele não esboçou reação.

O automóvel não tinha identificação da SSP e os suspeitos conseguiram fugir, partindo em direção ao Pontal da Barra. Após o assalto, o fato foi comunicado à Polícia Militar, que emitiu um alerta geral para todas as equipes de plantão. Apesar das buscas realizadas, o veículo ainda não foi recuperado.

Saindo do fato ocorrido com o agente público outra mátria do mesmo portal mostra o cotidiano onde alagoanos perecem por falta da ação e presença do poder público no governo Renan Filho.

A PM registra dois homicídios e três tentativas na Região Metropolitana de Maceió, esse é o titulo publicado pela Gazeta Web. Polícia Militar registrou dois homicídios e duas tentativas de assassinato entre a noite dessa segunda-feira e a madrugada desta terça de carnaval. Os crimes aconteceram em Maceió e em Marechal Deodoro, município localizado na Região Metropolitana da capital. Os autores não foram localizados.

Leandro Costa da Silva, de 26 anos, conhecido pelo apelido de "Louco", foi morto ao ser atingido por quatro disparos, sendo um no ombro direito, um na mão esquerda (que transfixou e o atingiu na coxa esquerda), um nas costas e um no peito. O assassinato aconteceu no bairro de Ponta Grossa.

Já no bairro Cidade Universitária, Fábio Francisco da Silva, de 39 anos, morreu com sete tiros, sendo dois deles na cabeça e cinco no tórax. A vítima, segundo testemunhas contaram à polícia, morava em uma casa de aluguel naquela localidade fazia pouco tempo.

Em Marechal Deodoro, Mario Souto, de 37 anos, foi atingido por várias perfurações, causadas um espetinho de churrasco. O caso, segundo a polícia, aconteceu depois que a vítima tentou apartar uma briga entre um casal. O autor da briga, identificado como José Gilvanio da Silva, de 21 anos, fugiu após cometer o crime. A vítima foi levada para o Hospital Geral do Estado.

A polícia também registrou, durante a noite dessa segunda-feira, outra tentativa de homicídio no bairro Riacho Doce, em Maceió. Gildeão dos Santos Cruz, de 34 anos, levou uma facada no tórax, sendo socorrido pelo Samu para o HGE. O suspeito não foi preso.

Já no começo da madrugada desta terça, a vítima conhecida apenas pelo apelido de Gaspar foi atingida por dois tiros, sendo um na cabeça e um no ombro. Ele foi socorrido em estado grave para o Hospital Geral. A motocicleta 50 cilindradas que era guiada por Gaspar foi roubada pelo autor dos disparos. Os crimes serão investigados pela Delegacia de Homicídios e as distritais onde onde as tentativas foram registradas.

Seguindo a politica da herança hereditário onde a captação de aliados é a ferramenta de perpetuação no poder, os Renans seguem seduzindo lideranças locais para fortalecer o panteão de “semideuses” regionais como se alagoas fosse um Olimpo particular.



Redação com GazetaWeb


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.