Notícias / Esporte


Imprimir notícia

15/03/2018 05:36 - Atualizado em 15/03/2018 05:39

ASA vence o CSA em Arapiraca

 

O ASA venceu o CSA por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (14), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, e abriu vantagem na semifinal do Campeonato Alagoano. Chiquinho marcou o gol do Fantasma na segunda etapa. O Portal TNH1 e a Rádio Pajuçara FM Maceió - 103,7 acompanharam a decisão.

Como o Azulão teve a melhor campanha na primeira fase, será o mandante na partida de volta. A FAF vai definir quais clubes jogam nos dias 24 e 25. No outro confronto, Coruripe e CRB se enfrentam no domingo (18), às 16h, no Estádio Gérson Amaral, em Coruripe.

O ASA agora joga por um empate para chegar na final. O CSA precisa devolver o resultado no Estádio Rei Pelé para se classificar.

Pressão alvinegra

A tensão do mata-mata prendeu o duelo nos primeiros lances. Cautelosos, os dois times seguraram a bola e se estudaram em campo. Foi pela direita que o ASA atacou com eficiência e quase marcou. Aos 18', Chiquinho Alagoano cruzou, Rômulo mergulhou de peixinho e perdeu um gol incrível. Aos 27', Chiquinho arriscou, Cajuru espalmou para o meio da área, Caaporã emendou a sobra, o goleiro fez grande defesa, o camisa 11 pegou novo rebote e mandou para fora.

Aos 32', Chiquinho cobrou falta venenosa, a bola passou pela zaga e bateu no travessão. O CSA acordou e equilibrou as ações no meio-campo. Aos 35', Dawhan arriscou de longe e assustou o goleiro Dida. Didira também tentou, mas errou a pontaria. Antes do apito final, Piauí ainda finalizou de fora e Cajuru segurou.

Vitória do Fantasma

Marcelo Cabo trocou Lennon por Celsinho no intervalo, mas a substituição não apresentou resultado. O CSA chegou a marcar aos 13', com Josimar, só que o bandeira já havia assinalado o impedimento. Dois minutos depois, o Alvinegro abriu o placar. Caaporã carregou pela esquerda e acionou Chiquinho Alagoano do outro lado. Paulinho deu o bote de primeira, Chiquinho avançou ao ataque e experimentou de longe. A bola desviou em Xandão, traiu Cajuru e morreu na rede.

Muito mal em campo, o Azulão pouco criou. Em noite apagada de Didira, Daniel Costa e companhia, quem se aproveitou foi o ASA. Aos 34', Isaías puxou contra-ataque, teve a opção de tocar para Rômulo, mas optou pela conclusão, que saiu à esquerda da trave, para desespero do camisa 9. Aos 42', Daniel Costa cobrou falta no cantinho, Dida espalmou e segurou a vantagem do Fantasma na semifinal.

Ficha técnica

ASA

1- Dida
2- Chiquinho Alagoano
3- Caíque
4- Lucas Bahia
6- Lucas Piauí
5- Cal
8- Luiz Gustavo
7- Juliano (21- Jean Carlos, aos 35' do 2º tempo)
10- André Beleza
11- Caaporã (20- Isaías, aos 25' do 2º tempo)
9- Rômulo (17- Cleidson Pink, aos 48' do 2º tempo)

Técnico: Jaelson Marcelino

Banco: 12- Renan, 13- Peu, 14- Leandro Valentim, 15- André Nunes, 16- Marcos Artur, 17- Cleidson Pink, 18- Wesley, 19- Gilmario, 20- Isaías, 21- Jean Carlos e 22- Felipe Araújo.

CSA

12- Cajuru
2- Lennon (22- Celsinho, no intervalo)
3- Leandro Souza
4- Xandão
26- Paulinho
5- Dawhan
8- Yuri
7- Giva (17- Echeverría, aos 32' do 2º tempo)
10- Daniel Costa
19- Didira
9- Josimar (11- Yago, aos 39' do 2º tempo)

Técnico: Marcelo Cabo

Banco: 31- Mota, 13- Rodrigo Lobão, 14- Boquita, 15- Caíque, 16- Rafinha, 17- Echeverría, 22- Celsinho, 30- Bruno Veiga e 11- Yago.

Gol
ASA: Chiquinho Alagoano (14' do 2º tempo).

Cartão amarelo
ASA: Luiz Gustavo.
CSA: Giva, Xandão.

Arbitragem
Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro (CBF/AL);
Auxiliar 1: Rondinelle dos Santos Tavares (CBF/AL);
Auxiliar 2: Lennon McCartney Farias (CBF/AL);
4º árbitro: Jonata de Souza Gouveia. 



TNH1


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.