Notícias / Polícia


Imprimir notícia

16/05/2020 18:06 - Atualizado em 16/05/2020 18:09

Assassinatos aumentam 10,5% em Alagoas durante a pandemia

 

O número de assassinatos em Alagoas cresceu 10,5% em março e abril deste ano, na comparação com igual período de 2019, segundo levantamento da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP).

De acordo com o Boletim Mensal de Estatística Criminal do órgão, nos dois meses - período em que o governo decretou isolamento social no Estado devido à pandemia de Covid-19 - o número de assassinatos foi de 230, contra 208 registrados em março a abril do ano passado.

Apenas em março deste ano, o número de assassinatos no Estado avançou 6%, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Vale ressaltar que o decreto de isolamento social do governo só começou a vigorar a partir do dia 17 daquele mês.

Em abril, quando as atividades consideradas não essenciais estavam completamente proibidas de funcionar, o número de assassinato em Alagoas avançou 15% tanto na comparação com o mesmo mês do ano passado, como na comparação com o mês anterior.

O levantamento da SSP mostra ainda que nos quatro primeiros meses deste ano, o número de assassinatos no Estado registrou um avanço de 16%, saltando de 423 crimes letais ocorridos no primeiro quadrimestre de 2019, para 491 este ano.

O fim de semana continua sendo o período em que os crimes fatais no Estado apresentam um maior número. Em abril, por exemplo, dos 123 assassinatos cometidos, 35% deles - o equivalente a 43 ocorrências - foram praticados no sábado e domingo - dias em que geralmente marcado por saídas para festas.

Como a Gazetaweb mostrou na terça-feira (12), a taxa de isolamento social em Alagoas atingiu 43,89% - a 11ª colocação do País, segundo dados da empresa de tecnologia In Loco.

O Pará apresentou a primeira colocação no ranking de isolamento social, com 51,32%, seguido do Amapá, com 51,3%, e do Ceará (50,42%). Cincos estados nordestinos ficaram entre os dez melhores colocados no Brasil no quesito isolamento social: Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba e Piauí.

Desde a quarta-feira (6), passou a vigorar em Alagoas um novo decreto de isolamento social, com regras mais duras que preveem a proibição do acesso a praias, calçadões à beira-mar, orlas de rio, lagoas e praças. A restrição da circulação de pessoas nesses locais, para praticar qualquer tipo de atividade, tem duração até o dia 20 de maio.


Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.