Notícias / Esporte


Imprimir notícia

05/12/2018 06:03 - Atualizado em 05/12/2018 06:05

Brasil conquista título do Campeonato de handebol feminino

 

A Seleção Brasileira conquistou o título do Centro-Americano de handebol feminino, uma das competições mais importantes no cenário. Com entrada franca, a final do torneio aconteceu na noite desta terça-feira (4), no Ginásio do Sesi, no Trapiche da Barra, em Maceió, e contou com mais de 2 mil torcedores.

A equipe comandada pelo técnico Jorge Dueñas venceu a Argentina por 24 a 19 e, além do título do Campeonato, manteve a invencibilidade que já dura oito anos contra a arquirrival. Com as vitórias do campeonato, o time brasileiro já tinha se classificado para competir no Mundial da modalidade em 2019, na cidade de Tóquio.

As jogadoras Mariana Costa, com 6 gols, Duda Amorim, com 4, Deonise Fachinello, 3, e Patícia Matieli, também com 3 gols, foram os grandes destaques da partida para a conquista do título.

Final do Campeonato

Na cerimônia de abertura da final, a equipe brasileira foi a primeira a carregar a bandeira do país, acompanhada por crianças da seleção alagoana de handebol. Logo após a entrada do time argentino com a bandeira e a apresentação de todas as jogadoras, o ginásio se levantou para cantar o hino do Brasil e reverenciar o hino da Argentina.

Uma das maiores apostas da noite, junto com Duda Amorim - eleita a melhor jogadora de handebol do mundo em 2014 - , a ponta direita da equipe Mariana Costa, comentou o trabalho da equipe no Campeonato. "Trabalhamos com muito suor para isso estar acontecendo e sabemos do potencial da Argentina, que é uma ótima equipe. Mas, tenho certeza do nosso desempenho".

Ela ainda complementa em quais pontos a seleção brasileira precisa melhorar "Acredito que o nosso nível defensivo, ofensivo e de contra-ataque pode ter uma melhor performance para que a medalha do Mundial 2019 seja nossa".

Acompanhantes fiéis da seleção, o grupo de torcedores de todo o Brasil fantasiados de "Chapolins Azuis", nunca perderam uma partida e marcam presença nos jogos da Seleção desde 2013, quando o handebol foi para as finais em Belgrado, capital da Sérvia. "Sempre tentamos acompanhar os jogos do esporte olímpico brasileiro, mas o nosso apreço mesmo é pelo handebol. A Argentina é um time forte mas acreditamos no potencial do nosso Brasil", expressou Rubens Alves, um dos integrantes do grupo.



Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.