Notícias / Política


Imprimir notícia

01/08/2018 13:51 - Atualizado em 01/08/2018 13:53

Collor: possível pedra no caminho de Renan Filho

 

O Palácio do Zumbi tem perdendo cores ficando preto e branco.

Uma bomba! Caiu como um meteoro a possibilidade de Fernando Collor, dispensa apresentações, ser candidato ao Governo de Alagoas.

Palacianos e Calheiristas sentirem a pancada.

Segundo quem acompanhou o encontro de Renan Calheiros e Collor ocorreu na hora do almoço na Avenida Amélia Rosa na Jatiuca, no edifício The Square Park Office, no 9º andar.

Lá a sós os dois senadores alagoanos tiveram longa conversa. Renan saiu sem falar com ninguém.

Collor permaneceu por lá. Horas depois recebeu o outro Senador Benedito de Lira apareceu e teve uma conversa tão boa que ao abrir da porta foram somente sorrisos.

Ao início da noite já estava espalhada a notícia que Collor teria topado ser candidato ao governo.

Na teoria 1 unidos todos na oposição com Collor à frente. PP dos Lira, PSDB de Rui e Cunha que podem indicar o vice sendo nome mais cotado Eduardo Canuto Vereador de Maceio. Vale lembrar que Eduardo é irmão de Márcio Canuto jornalista revelação da Gazeta de Alagoas. O PSB de JHC, PSC, de João Caldas, o PROS de Bruno Toledo, o DEM de José Thomáz Nonô. O próprio PTC de Collor e ainda PPL, PSDC, PEN, Patriotas.

Collor possui relação com todos os lados. No estado indicou a Secretaria de Agricultura do estado e na Prefeitura de Maceió a Segurança Municipal.

A teoria 2 seria Collor partir com PSB/PSC/PSDC/PPL/PEN/Pátriota e o próprio PTC. Eduardo Canuto encabeça a chapa PSDB-PP-DEM-PROS. Na conta Renan filho teria 50% do tempo de televisão e rádio e os outros candidatos Collor, Canuto, Basile e Josan protagonizariam os 50% restantes. Também nos debates e sabatinas haveria um foco de todos contra o absolutismo de Renan Filho. Seria um massacre. E num 2º turno todos unidos contra os Calheiros.

A teoria 3 seria isolar PSDB de Canuto e Rodrigo Cunha com DEM e Pros. O PP migraria para chapa PTC/PSB/PSC. Collor encabeça a chapa e a dobradinha de senadores seriam Benedito e João Caldas.

Saídas existem e somente basta um ok de Collor para encarar disputar com Renan Filho o Palácio dos Palmares. Vale lembrar que esse embate ocorrerá, se não for agora será em 2022 quando Renan Filho for encarar a vaga de Senado que hoje é ocupada por Collor.

Um Arco Íris de motivos para Collor ser Governador

Desde a tarde de ontem o cenário ficou bastante agitado sobre a política de Alagoas. Quando tudo parecia resolvido vem Fernando Collor e vira de cabeça pra baixo toda estrutura política do estado.

Um atento leitor fez um parâmetro e comparou o arco íris ‘colorido’ com significado das cores demonstrando a verdadeira razão para Collor bater os calheiros.

Das 7 cores, São 7 razões:
– Vermelho significa Paixão: o eleitor de Collor é apaixonado. É fã. Seguidor fiel. Um voto que não se tira. Toda eleição Collor já tem de cara 30% do eleitorado apaixonado e Renan filho mal passa dos 40%, ou seja tem disputa.

– Laranja significa comunicação : o mestre de todos os tempos na política foi Collor. Quem conhece a história do Brasil sabe e que o diga. De Governador de Alagoas a Presidente da República pela força da comunicação. RF é muito bom nisso mas perde somente para uma pessoa chamada Fernando Collor de Mello.

– Amarelo é alegria : Collor no último final de semana publicou foto no litoral norte de camiseta e bermuda abraçado a duas senhoras demonstrando a alegria do povo em vê-lo. Já diz o jargão da música “por onde o Collor passa vai levando o povo”. Alagoas fica alegre com as campanhas de Collor.

– Verde de esperança : ninguém no país soube tão bem vender esperança quanto Collor. Ele sempre personificou o sentimento de mudança pra melhor que é a maior necessidade da política atual.

– Azul significa calma e harmonia : O Collor daqueles tempos já passou. Hoje temos um Governador jovem com equipe ansiosa que não passa credibilidade por sua experiência. Falta os ‘cabeça branca’. Collor está na melhor fase da vida, maduro e experiente. Calmo e em harmonia consigo mesmo.

– Anil é respeito e sinceridade : Collor já se consolidou na sua vida pública e demonstra respeito e sinceridade para com o povo alagoano.

– Roxo é espiritualidade : Collor é católico fervoroso devoto de Frei Damião e Nossa Senhora. Ao contrário do jovem governador atual que nunca foi visto numa misss ou culto durante governo.

Portanto Collor vence em disparado por diversas razões.

Vem aí um novo momento para a política alagoana onde 60% não queria votar em ninguém para governador.


Com Bernadino Souto Maior 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.