Notícias / Agreste


Imprimir notícia

09/07/2020 12:28 - Atualizado em 09/07/2020 12:30

Construção da ferrovia motivou a construção do Estádio Coaracy da Mata Fonseca

 

A construção da via férrea na década de 1950 ligando a cidade de Arapiraca a Porto Real do Colégio, pela empresa Camilo Colier motivou a construção do Estádio Coaracy da Mata Fonseca, Na época, Os funcionários da empresa construtora, encontravam no futebol a única diversão nas tardes de domingo. Atendendo as suas reivindicações dos trabalhadores, a empresa disponibilizou um terreno e ali construiu um campo de futebol.

Assim surgiu o Ferroviário, um time amador, coincidentemente das mesmas cores do ASA preto e branco. Nascia o primeiro espaço para a pratica do futebol na cidade mais importante do interior de Alagoas o Campo da Estação.

Com o término das obras da rede ferroviária, a cidade ficou sem as animadas disputas promovidas pelos muitos funcionários daquela empresa nos dias de domingo. Daí surgiu a iniciativa de alguns ilustres cidadãos arapiraquenses de fundar um clube de futebol e, no dia 25 de Setembro de 1952, nasceu a então Associação Sportiva Arapiraquense nas cores alvinegras.

Anos depois o então vereador e artista plástico, Ismael Pereira foi convocadoi pelos diretores do clube para criar o logomarca do clube. A partir desse momento o Asa se tornou uma força viva no cenário do futebol alagoano e do Nordeste ao longo de 67 anos de existência. No ano seguinte, em sua primeira disputa, conquistaria o título de campeão alagoano de 1953.

Ferroviário motivou o criação do Asa

Os torcedores passaram a assistir nas tardes de domingo as disputas entre o Ferroviária e demais clubes amadores de Arapiraca. Uma das atrações dessas competições era o padre Luiz Ferreira, um apaixonado pelo futebol. O religioso comantava com os jogadores que sua grande paixão depois da religião era o futebol.

Em 1952 os comerciantes Antônio Pereira Rocha (pai da então prefeita Célia Rocha) e José Mota com o Francisco Pinheiro Tavares (Tavarinho) Dr, Nelson Rodrigues, Manoel Brasil, Higino Vital, Eraldo Matos dentre outros começaram a pensar na fundação de um time de futebol.

Concluída a obra da ferrovia os trabalhadores se dispersaram, outros foram embora, restando apenas o terno de camisas nas cores preto e branco e listras na vertical. A ideia inicial foi a aproveitamento dos jogadores do Ferroviário de Arapiraca.

Torcedor arapiraquense vibra Asa Campeão

O primeiro campeonato que o Asa participou foi de 1953, e começou com muita sorte e entusiasmo. Para disputar o primeiro título alagoano era necessario reforçar o time com jogadores de diferentes estados. Como garantia, emprego na cidade e até equipamentos para desempenhar seus trabalhos profissionais.

Assim foram chamados o bom quarto-zagueiro Zezinho (paraibano), o centroavante Cecé vindo de São Bento do Una interior de Pernambuco,o ponta direita Cabeleira que jogava em Penedo. do estado de Sergipe vieram os jogadores Pinheiro, Paizé, Zequinha e Baiano.

O ASA ganhou o primeiro título em 1953, após a conquista do título no interior, no jogo tumultuado com o CSE de Palmeira dos Índios sempre um grande rival. O regulamento da Federação Alagoana de Desportos (FAD) para aquele campeonato, determinava que o campeão do interior teria que enfrentar o campeão da capital o Ferroviário.

O dirigente Valdivino do Ferroviário negou-se a enfrentar o alvinegroa rapiraqeunse. O problema motivou o então presidente da FAD, Major Kleber determinar ao seu assessor, o jornalista Rodrigues de Gouveia e, atendendo a reclamações do ASA, os dois fizeram Valdivino assinar um documento desistindo da decisão e reconhecendo oficialmente o ASA como campeão de Alagoas. Apesar desse título somente ter sido reconhecido pela Federação Alagoana de Futebol em 1998, por iniciativa direta do arapiraquense Dr. José Pereira Neto.

O ASA conquistou o primeiro Campeonato Alagoano em 1953 com Luizinho, Dema, Cícero, Zezinho, Zequinha e Pinheiro, Acebílio, Baiano e Valdemarzinho, Cabeleira, Cecé, Paizé e Marcelo.Entre os torcedores da sua fiel torcida um dos mais entusiasmados é o prefeito Rogério Teófilo. Como homem público nos mais diversas atividades que participou sempre ajudou e contribuiu com a Agremiação Sportiva Arapiraquense (Asa). Nas competições sempre marca presença no estádio torcendo pelo time do seu coração nas arquibancadas

O Ferroviário campeão da capital, que entregou os pontos e o titulo ao ASA em 1953 era formado por: Sucata, Ilzo, Nazário, Enok, Moitão, Cardoso, Valdir, Milton Mongolô, Newton, Pessa e Nezinho.


Por Alagoas News 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.