Notícias / Esporte


Imprimir notícia

16/06/2018 08:59 - Atualizado em 16/06/2018 09:07

CRB bate a Ponte Preta por 2 a 0 no Rei Pelé

 

O clima é de Copa do Mundo, mas a Série B do Campeonato Brasileiro não para. Em noite de pintura assinada por Willians Santana, o CRB fez as pazes com a vitória e derrotou a Ponte Preta por 2 a 0 nesta sexta-feira (15), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 11ª rodada da Segundona. Lucas marcou o outro gol do jogo.

A vitória aliviou a situação do Regatas, que agora tem 11 pontos e saiu da zona de rebaixamento, pulando para a 16ª colocação. O Galo tem que esperar o final da rodada para saber se sai em definitivo do Z-4. A Ponte permaneceu nos 14 pontos e caiu para 12º.

Próxima rodada

O Alvirrubro segue como mandante e recebe o Paysandu no sábado (23), às 21h, no Trapichão. A Macaca retorna a Campinas e pega o CSA na terça (19), às 19h15, no Estádio Moisés Lucarelli, em São Paulo.

Galo na frente

O CRB precisou de 10 minutos para botar ordem na casa e vazar a meta de Ivan. Bem confiante na ponta direita, Mazola atormentou a defesa adversária, costurou na quina da grande área, percebeu Lucas se infiltrando no meio e cruzou na medida. O volante testou certeiro e abriu o placar. Arrumado no sistema defensivo, o Galo tentou dificultar as investidas da Macaca. Aos 20', Júnior Santos arriscou de longe e João Carlos espalmou.

Apertando principalmente pelo lado direito, o Galo aumentou as subidas com Ratinho, Leílson e Mazola pelo setor. Aos 32', Ratinho cobrou falta, a zaga paulista rebateu e Mazola finalizou por cima. Aos 39', Murilo respondeu em falta a favor da Ponte, bateu colocado e João Carlos apenas observou a bola saindo perto do poste.

Pintura de Willians Santana

O roteiro da segunda etapa seguiu com o CRB dando as cartas. Logo aos 4', Murilou levantou o pé, atingiu Claudinei e foi expulso com vermelho direto. Neto Baiano cobrou a falta com violência, marcou o gol, mas o árbitro viu irregularidade na cobrança e em falta na barreira. Aos 10', Mazola puxou para o meio, soltou a bomba e Ivan espalmou. Jr. Rocha trocou Diego Rosa por Willians Santana aos 13' e botou fogo no jogo. Antes do Galo ampliar, Leílson ainda chutou rasteiro e assustou o arqueiro da Ponte.

Aos 26', num dos poucos ataques da Macaca, Paulinho encheu o pé, de falta, mas a bola saiu, Aos 28', o Galo matou o partida. Ratinho cruzou, a bola viajou pela área e ficou com Willians Santana. O atacante teve frieza para fintar o goleiro Ivan e marcar um golaço no Rei Pelé. A partir daí o time alagoano colocou o bloco na rua e martelou o camisa 1 da Ponte em perigosas finalizações de Neto Baiano, Willians Santana e Everton Sena. Com o resultado construído, o CRB apresentou melhora no futebol e voltou a vencer na Série B.

Ficha técnica

CRB

1- João Carlos
2- Edson Ratinho
3- Everton Sena
4- Anderson Conceição
6- Rafael Carioca (15- Diogo Matheus, aos 38' do 2º tempo)
5- Claudinei
8- Lucas
7- Diego Rosa (22- Willians Santana, aos 14' do 2º tempo)
10- Leílson (16- Tinga, aos 22' do 2º tempo)
11- Mazola
9- Neto Baiano

Técnico: Júnior Rocha

Banco: 12- Edson Mardden, 13- Márcio, 14- Flávio Boaventura, 15- Diogo Matheus, 16- Tinga, 17- Feijão, 18- Serginho, 19- Rafael Costa, 20- Luiz Otávio, 21- Alípio, 22- Willians Santana e 23- Cris.

Ponte Preta

1- Ivan
2- Igor
3- Léo Santos
4- Renan Fonseca
6- Orinho
5- Nathan
8- André Castro (16- Felipe Ali, aos 33' do 2º tempo)
7- André Luís (17- Felipe Saraiva, aos 22' do 2º tempo)
10- Paulinho (14- João Vitor, aos 41' do 2º tempo)
11- Murilo
9- Júnior Santos

Técnico interino: João Brigatti

Banco: 12- Vinícius Silvestre, 13- Reginaldo, 14- João Vitor, 15- Lucas Mineiro, 16- Luís Ali, 17- Felipe Saraiva, 18- Gabriel Vasconcelos e 23- Guilherme Henrique.

Gols
CRB: Lucas (10' do 1º tempo) e Willians Santana (28' do 2º tempo).

Cartão amarelo
CRB: Tinga.
Ponte Preta: Orinho, João Vitor.

Cartão vermelho
Ponte Preta: Murilo.

Arbitragem
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (CBF/GO);
Auxiliar 1: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO);
Auxiliar 2: Leone Carvalho Rocha (CBF/GO);
4º árbitro: Hélder Brasileiro de Aquino (CBF/AL).



TNH1 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.