Notícias / Esporte


Imprimir notícia

11/05/2018 06:20 - Atualizado em 11/05/2018 06:28

CRB empata com o Ceará em jogão no Rei Pelé

 

O mata-mata da Copa do Nordeste começou emocionante para CRB e Ceará na noite desta quinta-feira (10). Em um jogão, Galo e Vozão empataram em 3 a 3 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela fase de quartas de final do Nordestão 2018. Neto Baiano marcou os três gols do Regatas; Naldo, Pio e Arthur fizeram os gols do Alvinegro. O Portal TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara FM Maceió - 103,7 acompanharam a partida.

O confronto de volta está marcado para o dia 23 de maio, uma quarta-feira, às 19h15, na Arena Castelão, em Fortaleza. Tanto CRB quanto Ceará jogam por uma vitória simples para alcançar a classificação. Como regulamento prevê o gol fora de casa como critério de desempate, o Alvinegro tem a vantagem do empate em 0 a 0, 1 a 1 ou 2 a 2. Outro 3 a 3 leva a decisão para os pênaltis. Caso o placar termine em igualdade de 4 a 4 em diante, a classificação fica com o Galo.

Reforço

O CRB anunciou no início da noite o meio-campista Cleiton Xavier. O jogador é a principal contratação do Galo para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Que jogo!

Com a camisa 9, Neto Baiano faz questão de mostrar que é chato em campo. O centroavante precisou de apenas quatro minutos para cumprimentar o Ceará. Diego avançou pela esquerda e levantou a bola na área. O atacante subiu entre os zagueiros e, de cabeça, fuzilou no canto para abrir o placar. O Vozão tentou reagir. Aos 12', Felipe Azevedo finalizou de chapa e assustou João Carlos.

Aos 20', Ricardinho alçou bola para Elton, que completou de cabeça e acertou a rede pelo lado de fora. Em vantagem, o Galo procurou não dar espaços e atacar quando podia. Diego Rosa e Neto Baiano arriscaram de longe e erraram por pouco. Depois de aguentar uma ligeira pressão cearense, o CRB ampliou aos 43'. Neto recebeu passe em contra-ataque, a bola quicou na intermediária e o artilheiro soltou um foguete de canhota. A redonda subiu e caiu certeira no ângulo de Everson.

Em festa com o segundo gol, o Galo cochilou e levou o revide numa sequência avassaladora. Aos 46', Naldo atacou livre na frente da área regatiana, chutou rasteiro, a bola desviou em Ayrton, enganou João Carlos e entrou. Um minuto depois, o Ceará pressionou e conseguiu escanteio. Pio bateu de três dedos e botou curva no arremate. A bola saiu em curva violenta, João Carlos ainda saltou, mas não evitou o gol olímpico e o empate alvinegro.

O CRB retornou do intervalo meio atrapalhado. Aos 3', Everton Sena tinha a bola controlada e João Carlos saiu do gol para afastar. O goleiro terminou atropelando o próprio companheiro. Lance bizarro. Aos 9', Ricardinho cobrou escanteio, Elton acertou a trave e Luiz Otávio marcou no rebote. Só que o assistente Rogério de Oliveira anulou o gol e assinalou impedimento, porém, Neto Baiano dava condição.

Aos 12', a arbitragem voltou a protagonizar polêmica. O árbitro Antônio Dib Moraes viu falta de Diego em Elton. Como já havia amarelado o lateral na primeira etapa, o juiz aplicou o segundo cartão e expulsou o jogador, que saiu furioso com a decisão. Para completar a ira dos torcedores regatianos, Feijão entrou no lugar de Edson Ratinho no minuto seguinte e, logo no primeiro lance, o árbitro amarelou o volante por reclamação.

Com um a mais em campo, o Ceará adiantou as peças. Aos 21', Pio mandou uma bomba em cobrança de falta e estremeceu o travessão de João Carlos. Mesmo em desvantagem, o CRB tinha o cara da partida. Aos 23', Ayrton rolou em cobrança de falta, Neto bateu com violência e marcou o terceiro dele no jogo. Pouco depois, o camisa 9 sentiu a coxa e foi substituído por Juninho Potiguar. Os torcedores aplaudiram de pé a atuação de Neto Baiano nesta quinta-feira, 10 de maio de 2018.

O Vozão foi para o tudo ou nada e Chamusca colocou a joia alvinegra em campo. Arthur entrou aos 31', mas quem assustou foi Wescley, que acertou a trave do Galo aos 34'. De tanto apertar, o Ceará empatou justamente com Arthur. O jovem atacante se antecipou na área aos 44', cabeceou com oportunismo e anotou o sexto gol de um jogão no Estádio Rei Pelé

Ficha técnica

CRB

1- João Carlos
2- Diogo Matheus (13- Ayrton, aos 31' do 1º tempo)
3- Everton Sena
4- Edson Borges
6- Diego
5- Lucas
8- Tinga
7- Edson Ratinho (17- Feijão, aos 13' do 2º tempo)
10- Willian Santana
11- Diego Rosa
9- Neto Baiano (19- Juninho Potiguar, aos 28' do 2º tempo)

Técnico: Jr. Rocha

Banco: 12- Edson Borges, 13- Ayrton, 14- Anderson Conceição, 15- Márcio, 16- Rafael Bastos, 17- Feijão, 18- Mazola 19- Juninho Potiguar, 20- Leílson, 21- Marcão, 22- Rafael Costa e 23- Cris.

Ceará

1- Everson
30- Pio
3- Valdo
13- Luiz Otávio
35- Rafael Carioca
5- Naldo (90- Juninho Piauiense, aos 28' do 2º tempo)
8- Ricardinho
20- Juninho
27- Wescley
11- Felipe Azevedo (32- Douglas Coutinho, aos 35' do 2º tempo)
99- Elton (40- Arthur, aos 31' do 2º tempo)

Técnico: Marcelo Chamusca

Banco: 83- Fernando Henrique, 19- Ernandes, 32- Douglas Coutinho, 36- Tiago Alves, 37- Romário, 40- Arthur, 89- Arnaldo e 90- Juninho Piauiense.

Gols

CRB: Neto Baiano (4' e 43' do 1º tempo e 23' do 2º tempo).

Ceará: Naldo (46' do 1º tempo), Pio (47' do 1º tempo) e Arthur (44' do 2º tempo).

Cartão amarelo

CRB: Diego (2), Feijão.
Ceará: Ricardinho.

Cartão vermelho
CRB: Diego.

Arbitragem
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (CBF/PI);
Auxiliar 1: Rogério de Oliveira Braga (CBF/PI);
Auxiliar 2: Thyago Costa Leitão (CBF/PI);
4º árbitro: Dênis da Silva Ribeiro Serafim (CBF/AL).


TNH1 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.