Notícias / Esporte


Imprimir notícia

05/02/2020 09:34 - Atualizado em 05/02/2020 09:38

CRB encara o Independente-PA

 

O CRB estreia na tarde desta quarta-feira (5), na Copa do Brasil 2020, contra o Independente, do Pará, adversário até então pouco conhecido dos torcedores regatianos e alagoanos em geral. A bola começa a rolar às 15h30, no Estádio Baenão, em Belém-PA. Como joga fora de casa, o CRB tem a vantagem do empate.

Vale lembrar que quem avançar desta fase da competição, enfrentará o vencedor do jogo entre Brasiliense e Paysandu. Outro detalhe é que esta partida está sendo tratada como uma decisão para o CRB, pois, se ele se classificar para a próxima fase, receberá R$ 650 mil.

O Galo espera ir mais longe na competição deste ano. Em 2019, bateu o Brasiliense, na 1ª fase, ao empatar por 0 a 0, fora de casa, no dia 13 de fevereiro. Na 2ª fase, venceu o Goiás, nos pênaltis, por 3 a 2, após empate no tempo normal (1 a 1), também fora de casa, em 21 de fevereiro. No entanto, foi eliminado na 3ª fase, quando encarou o Bahia – na ida ficou no 1 a 1, em casa, em 2 de abril, e na volta perdeu por 1 a 0, no dia 9 de abril.

Em Belém-PA, o elenco regatiano fez o último treino na tarde dessa terça-feira (4), antes deste jogo contra o Independente, sob o comando do técnico Marcelo Cabo, que falou com o Globoesporte.com sobre o adversário.

“É uma equipe que joga no sistema 4-2-3-1, os dois primeiros jogos do Paraense eles perderam, mas foram muito competitivos. É uma equipe que tem jogadores com entendimento regional, tem uns conceitos de jogo muito bem elaborados e tem uma bola parada boa”, disse.

O desfalque é o zagueiro Thalisson Kelven, que levou uma pancada na perna no duelo com o CSE, no último sábado (1º), pelo Campeonato Alagoano. Quanto ao também zagueiro Xandão, expulso contra o Santa Cruz, pela Copa do Nordeste, poderá jogar pela Copa do Brasil.

Assim, é provável que Cabo mande a campo o mesmo time que venceu o Santa, com: Edson Mardden; Lucas Mendes, Xandão, Ewerton Páscoa e Igor; Claudinei, Carlos Jatobá e Rafael Longuine; Dudu, Erik e Léo Gamalho.

O goleiro Edson Mardden falou com a Gazeta de Alagoas sobre esta partida: “A Copa do Brasil é uma competição difícil, equilibrada e que não dá espaços para erros. Temos que fazer um jogo seguro fora de casa, diante do Independente, para buscarmos essa vaga na segunda fase. Eles vêm para cima para tentar a classificação. Precisamos ter intensidade durante os 90 minutos para vencermos a partida”.

INDEPENDENTE

Fundado em 1972, o Independente é da cidade de Tucuruí, distante mais de 280km de Belém. O time disputa o Campeonato Paraense, onde é o 6º colocado na tabela, com três pontos. O Galo Elétrico, como também é chamado, fez história no Pará em 2011: foi o primeiro time do interior a ser campeão estadual.

A grande aposta da equipe para o técnico Carlos Vanderson é o lateral esquerdo Cabecinha, prata da casa, que é referência nas bolas paradas e já tem três gols no Campeonato Paraense.

No último sábado (1º), o Independente enfrentou o Remo (líder do Paraense, com 9 pontos) e fez um jogo duro, perdendo por 2 a 1, com gol de Cabecinha.

A provável formação para esta tarde é: Evandro Gigante; Daelson, Martony, Ezequias e Cabecinha; Wellington Cabeça, Davi Caça-Rato, Dudu e Leandrinho; Ramon e Talisson Carioca.



Gazeta de Alagoas 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.