Notícias / Esporte


Imprimir notícia

08/04/2018 18:50 - Atualizado em 08/04/2018 18:55

CSA bate CRB por 2 a 0, encerra 10 anos de jejum e conquista o 38º título

 

O CSA é o campeão alagoano 2018! O Azulão venceu o CRB por 2 a 0 no Estádio Rei Pelé, na tarde deste domingo (8), encerrou o jejum de 10 anos sem levantar a taça estadual e de quebra evitou o tetracampeonato do rival. É o 38º título alagoano do CSA. Didira e Daniel Costa marcaram os gols do jogo.

Vantagem revertida
O CSA levou apenas um minuto para chegar ao gol de João Carlos. Didira saiu pela esquerda, tentou por baixo e o goleiro fechou a meta com a perna direita. Grande defesa! Melhor em campo, o Azulão continuou atacando. Aos 14', Daniel Costa tocou por cima, Michel tentou a finalização cruzada, mas João Carlos se agigantou e pegou de novo. Aos 18', o CSA marcou. Echeverría subiu pela direita e bateu por baixo. João Carlos espalmou, Didira não perdoou no rebote e guardou.

Com os dois times agitados em campo, o árbitro distribuiu sete cartões, sendo quatro para o CSA e três para o CRB. Um princípio de confusão se formou após Xandão matar contra-ataque e cometer falta em Ayrton, mas o árbitro Wilton Pereira Sampaio acalmou os ânimos. Sem muita agressividade, o Galo só finalizou duas vezes. A primeira com Willians Santana, que Cajuru defendeu, e a segunda com Ayrton, que bateu falta para fora.

O CSA seguiu perigoso no ataque. Aos 35', João Carlos voou para espalmar bom chute de Echeverría. Só que no fim da primeira etapa, aos 44', o Azulão ampliou. Rafinha mandou a redonda na área, Didira tentou o domínio e viu a bola passar. Daniel Costa ficou livre para colocar no canto, anotar o segundo e colocar o time marujo em vantagem.

CSA campeão!
Determinado em tirar a vantagem do CSA, Mazola Jr. trocou Juliano e Leílson por Rafael Batos e Juninho Potiguar ainda no intervalo. O treinador regatiano adiantou as peças e colocou o bloco na rua. Aos 6', Potiguar cruzou para Neto Baiano, que completou para fora. Dois minutos depois, o camisa 9 recebeu passe de Ratinho e cabeceou errado. Marcelo Cabo respondeu do banco e substituiu Echeverría por Celsinho. Mesmo com estatura elevada, a defesa azulina passou sufoco.

Aos 14', Neto Baiano carimbou o travessão. O Azulão travou o jogo e passou a afastar as bolas pelo alto. No tudo ou nada, Mazola tirou Willians Fernandes e colocou Ruan em campo. Aos 36', Ayrton bateu de longe e Cajuru espalmou. No lance seguinte, Feijão cabeceou com perigo, Cajuru salvou com a mão direita e Xandão, de bicicleta, tirou o gol em cima da linha. No final, Neto Baiano ainda chutou na marca do pênalti, mas mandou para fora.

Wilton Pereira de Sampaio deu sete minutos de acréscimos e os ânimos esquentaram. Aos 51', Daniel Costa trocou empurrões, o árbitro deu o segundo amarelo e expulsou o camisa 10. Fechado, o CSA afastou as últimas investidas esperou o apito final e soltou, depois de 10 anos, o grito de campeão alagoano.

Ficha técnica

CRB
1- João Carlos
2- Ayrton
3- Flávio Boaventura
4- Anderson Conceição
6- Juliano (16- Rafael Bastos, no intervalo)
5- Feijão
8- Willians Fernandes (18- Ruan, aos 28' do 2º tempo)
7- Edson Ratinho
10- Leílson (19- Juninho Potiguar, no intervalo)
11- Willians Santana
9- Neto Baiano

Técnico: Mazola Jr.
Banco: 12- Edson Marrden, 13- Edson Borges, 14- Manoel, 15- Everton Sena, 16- Rafael Bastos, 17- Márcio Passos, 18- Ruan, 19- Juninho Potiguar, 20- Marcão, 21- Pedrinho e 23- Cris.

CSA
12- Cajuru
2- Lennon
3- Leandro Souza
4- Xandão
6- Rafinha
5- Yuri
8- Boquita
17- Echeverría (13- Celsinho, aos 8' do 2º tempo)
10- Daniel Costa
19- Didira (16- Dawhan, aos 27' do 2º tempo)
9- Michel (20- Taiberson, aos 18' do 2º tempo)

Técnico: Marcelo Cabo
Banco: 31- Mota, 13- Celsinho, 14- Paulinho, 15- Lobão, 16- Dawhan, 18- Caíque, 20- Taiberson, 21- Josimar e 22- Giva.

Gols
CSA: Didira (18' do 1º tempo) e Daniel Costa (44' do 1º tempo).

Cartão amarelo
CRB: Willians Fernandes, Willians Santana, Neto Baiano, Anderson Conceição.
CSA: Leandro Souza, Lennon, Xandão, Daniel Costa (2), Boquita.

Cartão vermelho
CSA: Daniel Costa.

Arbitragem
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO);
Auxiliar 1: Bruno Boschilia (FIFA/PR);
Auxiliar 2: Bruno Rafael Pires (FIFA/GO);
4º árbitro: Rejane Caetano da Silva (FIFA/RJ).


TNH1 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.