Notícias / Esporte


Imprimir notícia

11/11/2020 05:53 - Atualizado em 11/11/2020 05:58

CSA é derrotado pela Chapecoense e perde invencibilidade

 

Passadas duas semanas desde o último confronto, o CSA perdeu para a Chapecoense, 1 a 0, na noite desta terça-feira, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Na partida, válida pela 21ª rodada da Série B, prevaleceu a máxima: "quem não faz, leva". O triunfo da Chape marcou a quebra da sequência de seis jogos seguidos de vitória do Azulão. Anselmo Ramon marcou o gol alviverde.

Com este resultado, o time marujo ocupa a 9ª colocação, com os mesmos 28 pontos. Já a Chape segue na liderança da competição, somando 44 pontos.

Agora, as equipes se preparam para encarar desafios fora de casa pela 22ª rodada da competição. O time do Mutange viaja para Cuiabá e enfrenta o Dourado no próximo sábado (21), às 19h. O palco da partida será a Arena Pantanal. O Verdão do Oeste segue longe de Chapecó e terá outro nordestino pela frente. Um dia antes, na sexta (20) às 19h15, os catarinenses encaram o Sampaio Corrêa, no Castelão, em São Luís.

Primeiro tempo

O Azulão iniciou a partida dominando o meio campo, com triangulações entre Andrigo e Nadson, além do apoio da dupla de volantes no ataque. Depois de muito trabalhar a bola em volta da área alviverde, o time marujo conseguiu a primeira finalização aos 6 minutos. Pimpão levantou na área e Pedro Lucas chegou para cabecear, mas mandou para fora.

A Chape até subiu ao ataque em algumas situações pontuais, mas o Azulão continuou com a superioridade. Aos 13 minutos, Rodrigo Pimpão criou a primeira chance de perigo na peleja. O atacante recebeu na entrada da área, à direita, soltou uma bomba, que saiu raspando pelo lado canhoto da barra.

Mesmo com o controle do jogo, o time azulino não conseguiu converter a maior posse de bola e o adensamento no campo ofensivo em finalizações para o gol. A equipe do Mutange trocou muitos passes na intermediária dos catarinenses, mas não conseguiu penetrar dentro da área.

O Verdão do Oeste aproveitou a falta de contundência do ataque do Azulão e começou a crescer na partida através de jogadas de contra golpe. Aos 35, a equipe catarinense teve a melhor oportunidade até aqui. Aylon recebeu de Moccelin dentro da área, fez o pivô para o avançado, que, com o caminho aberto para o gol, chutou rasteiro para a defesa segura de Matheus Mendes.

A oportunidade criada pela Chape selou a troca da superioridade da partida, que seguiu com os catarinenses até o fim da primeira parte do espetáculo. O árbitro acrescentou mais um minuto aos 45 regulamentares, mas o primeiro tempo chegou ao fim sem gols. Final da etapa inicial: CSA 0x0 Chapecoense.

Segundo tempo

O Azulão começou a segunda etapa amassando o time catarinense, atacando pelas pontas e conseguindo penetrar mais na área adversária. Porém, aos 7 minutos, sofreu um contra ataque mortal. Moccelin enfiou um bolão para Anselmo Ramon, que ficou cara a cara com o Matheus Mendes e não desperdiçou. Placar aberto no Trapichão: CSA 0x1 Chapecoense.

Logo após sofrer o gol, a equipe azulina procurou não se abater e voltou a se lançar ao ataque. Aos 11 minutos, Geovane aplicou um remate rasteiro de longa distância e obrigou João Ricardo a realizar uma grande defesa no cantinho. Rafinha criou outra oportunidade aos 17, quando driblou três adversários e chutou de fora da área para fora.

Os minutos foram se passando e o Azulão continuou mordendo no ataque, mas sem efetivar a pressão e criar chances claras. A Chape contra atacou e, aos 23, chegou ao ataque com estilo. Após cruzamento de Ezequiel na entrada da área, Anselmo Ramon encaixou um lindo voleio e quase marca um golaço.

A equipe do Mutange continuou em cima, mas os catarinenses continuaram com a cartilha e seguiram atacando pontualmente com perigo. Aos 31, Mike avançou e engatou um chute perigoso da entrada da área. Matheus Mendes aplicou o golpe de vista na bola que saiu pertinho da meta.

Na reta final da partida, o jogo seguiu o mesmo, mas com o Azulão dando o gás final. Os esforços não foram efetivos e o placar continuou em desvantagem. O árbitro acrescentou mais cinco minutos aos descontos, que chegaram ao fim com a vantagem mínima do time catarinense. Fim de jogo no Rei Pelé: CSA 0x1 Chapecoense.

CSA - Matheus Mendes; Diego Renan (Norberto), Cleberson, Luciano Castán e Rafinha; Geovane, Yago, Nadson (Rodrigo Andrade) e Andrigo (Rone); Rodrigo Pimpão (Rafael Bilu) e Pedro Lucas (Pedro Júnior). Técnico: Mozart.

Chapecoense - João Ricardo; Ezequiel, Luiz Otávio, Derlan e Busanello; Willian Oliveira, Anderson Leite (Alan Santos) e Alan Ruschel (Matheus Ribeiro); Paulinho Moccelin (Denner), Aylon (Mike) e Anselmo Ramon (Felipe Garcia). Técnico: Umberto Louzer.

Árbitro - Emerson de Almeida Ferreira (MG
Assistentes - Pablo Almeida da Costa (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)


Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.