Notícias / Esporte


Imprimir notícia

08/01/2018 05:54 - Atualizado em 08/01/2018 05:59

CSA mantém base, enquanto que CRB e ASA reformulam elenco

 

Faltando menos de três semanas para o início do Campeonato Alagoano, as principais equipes do estado seguem trabalhando visando à nova temporada. Neste ano, CRB e CSA largam dias antes de seus adversários estaduais, devido à disputa da Copa do Nordeste. Por outro lado, o ASA terá pela frente neste primeiro mês, apenas o torneio estadual.

Dentre as três equipes, o CSA foi quem se reapresentou mais cedo, iniciando a sua pré-temporada no dia 11 de dezembro. Na sequência, veio o Alvinegro arapiraquense, que começou a movimentação dos novos atletas no dia 20 do mês anterior. Por ter encerrado a temporada de 2017 após os rivais, o grupo do CRB somente retomou os trabalhos no CT Ninho do Galo na última terça-feira (2).

Diante deste cenário, a Gazetaweb resolveu fazer um panorama individual de como está sendo a preparação dos três clubes para a disputa das competições neste ano de 2018. Confira!

CRB

Apesar de ter sido um dos últimos a começar os trabalhos de pré-temporada, o CRB sonha com a conquista do seu tetracampeonato estadual neste ano. Para isso, o clube manteve o técnico Mazola Júnior no comando da equipe e se movimentou bastante no mercado de transferências, fazendo uma renovação em seu elenco.

Ao todo, 19 jogadores desembarcaram no CT Ninho do Galo e irão defender as cores alvirrubras em 2018. Do elenco anterior, ficaram apenas cinco: o goleiro Cris, o zagueiro Flávio Boaventura, o lateral Diego, o meia Edson Ratinho e o atacante Neto Baiano. O Galo também buscou na base os zagueiros Renan e Rafael, os volantes Gabriel e Erick, além do atacante Dudu - considerado como uma grande promessa regatiana.

Dentre os reforços, um dos destaques é o zagueiro Anderson Conceição. Aos 28 anos, o jogador acumula passagens por vários times da Europa e chega para formar dupla com Flávio Boaventura, no miolo de zaga regatiano. Outro que também chega e deve ser titular é o lateral direito Ayrton, que já atuou por Flamengo e Palmeiras.

Além destes, a direção alvirrubra também trouxe o meia-atacante Rafael Bastos, de 33 anos, para suprir a lacuna deixa por Chico - que saiu do clube. O novo reforço regatiano deverá ser o responsável pela criação de jogadas da equipe e promete levar o torcedor à loucura nas arquibancadas.

Para o comentarista da Rádio Gazeta, Wyderlan Araújo, a direção do clube acertou na montagem do novo elenco para 2018.

- A direção do CRB conseguiu fazer um belo trabalho de renovação do elenco para esta temporada e apostou em bons nomes. Acredito que alguns deles precisarão resgatar o seu prestígio no cenário do futebol nacional, como é o caso do lateral direito Ayrton, mas, no contexto geral, foi uma formação muito proveitosa, com bons jogadores.

Wyderlan também ressaltou que neste primeiro momento, o torcedor regatiano precisará ter um pouco de paciência com o time, visto que a temporada está apenas no início.

- É preciso entender que as primeiras competições que o CRB irá disputar [Campeonato Alagoano e Copa do Nordeste] servirão como um período de testes, já que o clube não teve tempo para se preparar adequadamente para os torneios. Portanto, diante desta dificuldade de preparação, o torcedor regatiano não pode esperar o time atropelando os adversários logo de início.

O primeiro jogo oficial do Galo na temporada será no dia 16 de janeiro, fora de casa, pela Copa do Nordeste, contra as equipes do Treze-PB ou do Cordino-MA, que lutam por uma vaga na competição. Cinco dias depois, o Galo estreia no Alagoano, diante do CEO, no Estádio Rei Pelé.

CSA
Empolgado pela conquista do Campeonato Brasileiro da Série C em 2017, o CSA quer voltar a erguer um título estadual de qualquer forma. Para isso, a direção azulina apostou em manter a base do time campeão e trouxe mais alguns reforços para esta temporada, além da manutenção do técnico Flávio Araújo.

Do time considerado titular na Terceirona, o Azulão não conseguiu segurar, apenas, o zagueiro Jorge Fellipe - que se transferiu para o futebol português - e o ponta-direita Edinho, que retornou ao Fortaleza-CE.

Em relação a contratações, a direção maruja foi ao mercado e trouxe 11 novos jogadores, além de três atletas da base do clube. Dentre os reforços, destacam-se o atacante Leandro Kível [artilheiro do ASA em 2017] e o meia armador paraguaio Echeverría, que chega após defender o ABC-RN em duas temporadas.

Para o comentarista Wyderlan Araújo, o fato do CSA ter mantido a base de 2017 poderá ser um fator positivo para o clube no Campeonato Alagoano.

- Por mais que o CSA tenha apostado em alguns jogadores desconhecidos do torcedor alagoano, como é o caso do meia Joílson e do atacante Juliano Levak, a espinha dorsal do time é a mesma do ano passado e já possui um certo entrosamento dentro de campo. Isso poderá fazer com que o clube largue na frente dos demais na luta pelo título estadual deste ano.

A estreia do Azulão no Campeonato Alagoano 2018 acontece no dia 21 de janeiro, diante do Santa Rita, em Boca da Mata. Antes, no dia 18, o clube marujo recebe o Sampaio Corrêa-MA pela 1ª rodada da Copa do Nordeste, no Estádio Rei Pelé.

ASA
Após ser rebaixado para a Série D do Brasileiro em 2017, o ASA tenta dar a volta por cima nesta temporada. O Alvinegro - que sempre é um dos fortes candidatos ao título estadual - modificou praticamente todo o seu elenco e trouxe o jovem técnico Luiz Paulo para ser o comandante do clube neste ano.

Em meio à crise financeira instalada, apenas o goleiro Naldo, o zagueiro Marcelo, o lateral-direito Caíque e o atacante Jean Carlos permaneceram no Alvinegro para a nova temporada. Para compor o elenco, a direção foi ao mercado e mais 22 jogadores desembarcaram em Arapiraca.

Dentre as contratações, o retorno do zagueiro Lucas Bahia, de 30 anos, foi muito festejado pela torcida arapiraquense na reapresentação do elenco, no dia 18 de dezembro de 2017. O jogador vestiu a camisa do ASA durante a temporada de 2015.

Apesar dos trabalhos de pré-temporada estarem a todo vapor no Coaracy da Mata Fonseca, os rumores da saída do radialista Nelson Filho da presidência do ASA acabou agitando todos os que fazem parte do clube na última semana.

Para o comentarista Wyderlan Araújo, os problemas na política do Alvinegro não podem atrapalhar o time dentro de campo.

- 2018 tem que ser o ano da redenção. Eu acredito que a montagem do elenco não deve ser afetada por todas estas mudanças que estão ocorrendo nos bastidores do ASA. Além disso, é preciso que a cidade e o povo de Arapiraca volte a abraçar o clube durante a disputa do Campeonato Alagoano.

O primeiro jogo oficial do Fantasma em 2018 será contra o Dimensão Saúde, pela rodada de estreia do Estadual, em 21 de janeiro, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca.



GszetsWeb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.