Notícias / Esporte


Imprimir notícia

25/11/2018 05:45 - Atualizado em 25/11/2018 05:48

Depois de 31 anos CSA volta à primeira divisão nacional Po

 

Foram 31 anos de espera, momento alegres, tristes, um renascimento incrível, com direito a título nacional em 2017, título Alagoano em 2018, uma campanha surpreendente na Série B e agora o CSA chegou ao ápice da sua história. Na tarde deste sábado (24) em Caxias do Sul, o time marujo deu um show de bola, não deu chances ao rival Juventude, goleou por 4 a 0 e garantiu o sonhado acesso para à primeira divisão do futebol brasileiro.

A festa acontecerá de forma separada, com torcedores em Maceió e o grupo em Caxias do Sul. Mas a chegada da delegação azulina está marcada para às 16h00 deste domingo. O clube não divulgou nenhuma programação para o retorno.

Outra informação é que o elenco ganha folga domingo e segunda, mas retorna ao Mutange, quando haverá uma reunião geral e posteriormente as primeiras conversas para o planejamento 2019 que começará de imediato.

O JOGO – 1º TEMPO

Quando a bola rolou, o que se via era o time da casa já rebaixado, cheio de desfalques e que jogava pela sua honra na competição, contra um CSA que precisava apenas da vitória para conseguir o sonhado acesso para a primeira divisão do futebol brasileiro.

Não demorou para o time alagoano assustar. Aos 2 minutos, bola na área, Walter ajeitou e Hugo Cabral bateu para boa defesa do goleiro Douglas. Mas quem imaginou que seria só pressão do CSA, o Juventude chegou com Tony, ex-CRB que cruzou na área e Denner desviou de cabeça, perto do gol de Lucas Frigeri.

O jogo era movimentado, o CSA tinha maior posse de bola, volume de jogo, mas o Juventude era ativo na partida. Mesmo assim, a superioridade da equipe azulina deu resultado. Aos 19 minutos, Pio cobrou escanteio, Jhon Cley se antecipou a defesa e desviou para o fundo do gol. Festa da torcida maruja em Caxias do Sul e em toda Alagoas.

Depois do gol o CSA claramente diminuiu o ritmo, mas não deixou o Juventude crescer no jogo. A prova disso foi mais uma chance de gol, que veio com Celsinho, que bateu da entrada da área e exigiu grande defesa do goleiro adversário.

O primeiro tempo seguiu até o fim, com vitória parcial do CSA por 1 a 0, que garanti ao time alagoano o acesso à Série A.

2º - TEMPO

Veio a segunda etapa e o ritmo foi lento, cadenciado, o CSA administrando, não gastando forças, uma vez que o campo era pesado. Mesmo assim, o domínio era azulino. Passados 10 minutos, o técnico Marcelo Cabo fez uma substituição que mudaria a história do jogo, para melhor.

Walter saiu e deu lugar a Neto Berola e o meia, tão criticado em outras oportunidades, resolveu a partida. Aos 18 minutos, ao tentar trocar passes, a bola bateu na defesa e sobrou novamente para Berola, de frente para o gol, tocar na saída do goleiro Douglas. 2 a 0.

O CSA era soberano no jogo. O Juventude que se superava ao segurar o time azulino, parecia não ter mais o que fazer. Aos 22 minutos, mais um de Berola. Celsinho tentou o cruzamento, a defesa cortou mal e de fora da área, o meia bateu forte, marcando um belo gol 3 a 0.

Depois do terceiro gol, o resultado já estava praticamente consolidado e o CSA administrava e deixava o tempo passar. Mas o melhor ainda estava por vir. Aos 38 minutos, Neto puxou contra-ataque, sozinho deixou quatro para trás e tocou com estilo na saída do goleiro Douglas. 4 a 0 CSA.

Depois disso, já não havia mais nada para fazer. O árbitro Rodolpho Tosky não precisou dos acréscimos e encerrou a partida. Vitória do CSA por 4 a 0 e acesso do time da alagoano para a primeira divisão.



Cada Minuto 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.