Notícias / Saúde


Imprimir notícia

28/06/2020 16:20 - Atualizado em 28/06/2020 16:22

Emoção e tecnologia: pacientes do Hospital de Campanha de Arapiraca interagem com familiares

 

Com o alto índice de contágio do vírus Covid-19, pacientes hospitalizados no mundo inteiro não podem ser acompanhados por seus familiares. No Hospital de Campanha de Arapiraca a regra também é obedecida, mas o local dispõe de uma ferramenta nova para “driblar” essa restrição: as videochamadas.

Inaugurado há pouco menos de um mês, o local conta com uma equipe capaz de estabelecer a conexão entre pacientes e seus familiares. Quem faz essa comunicação virtual acontecer são os profissionais da coordenação de psicologia. “Sem dúvida o momento em que as ligações acontecem levam alegria, confiança e emoção para ambos”, explicou à psicóloga Janiele Araújo.

Segundo a profissional, todo o processo é feito obedecendo os critérios de segurança hospitalar e emocional dos pacientes. “Pela manhã, durante nossas visitas de plantão são avaliadas as condições de saúde física e emocionais, além do desejo de cada um para criar a ambiência adequada para a transmissão, que é feita pelo celular do hospital, através de videochamada”, acrescentou.

“Nitidamente observamos a melhora dos pacientes, que tem a oportunidade de passar informações sobre seu estado de saúde, saber como estão filhos, netos, familiares. Tudo isso repercute positivamente no quadro do paciente”, avaliou o diretor hospitalar da unidade, o enfermeiro Diego Albuquerque.

Altas
Esta semana mais cinco pacientes tiveram alta do Hospital, que funciona desde o dia 17 de junho, quando foi inaugurado pelo governador Renan Filho e o vice-governador Luciano Barbosa. Semana passada, outras três pessoas já haviam voltado para suas casas apos período de internação no local.
O Hospital está localizado onde antes funcionava a Maternidade Nossa Senhora de Fatima, no Centro, e funciona atualmente com 20 leitos. A capacidade máxima é para 66 unidades. A abertura dos novos espaços deverá ocorrer em breve.

As ações, segundo Diego Albuquerque, obedecem regras estabelecidas pela Secretaria de Estado de Saúde, comandada pelo secretário Alexandre Ayres. “Estamos alinhados com tudo que há de mais novo e eficaz no tratamento. Nossa missão aqui é salvar vidas, dando a elas as melhores condições de tratamento e confiança na recuperação”, comentou o diretor.


Live Comunicação e Marketing 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.