Notícias / Política


Imprimir notícia

01/03/2018 22:11 - Atualizado em 01/03/2018 22:14

Fabiana Pessoa participa da solenidade de encerramento do ano letivo do CAS

 

Na tarde desta quarta-feira (28) a vice-prefeita de Arapiraca, Fabiana Pessoa, participou da solenidade de encerramento do ano letivo de 2017 do Centro de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS), que reuniu alunos, pais de alunos, professores e servidores.

Durante o evento, que teve como tema Respeito à Diversidade, foram realizadas apresentações artísticas, além da entrega dos certificados aos concluintes do curso de libras.

Intitulada como a madrinha do CAS, Fabiana Pessoa demonstrou emoção ao ver a evolução da autoestima das crianças. Enquanto meninos realizaram uma apresentação musical em libras, as meninas, vestidas de bailarinas, deram um verdadeiro show de sincronismo e, acima de tudo, sensibilidade, graças ao trabalho desenvolvido ao longo do ano.

Em Arapiraca, o CAS também desenvolve um trabalho paralelo com os pais que sentiam dificuldade para se comunicarem com as crianças. Em vários depoimentos, eles alegam que o nível da convivência melhorou consideravelmente.

“Apoiado pelo prefeito Rogério Teófilo, esse belo trabalho tem proporcionado mais qualidade de vida e, principalmente, o respeito a diversidade, beneficiando dezenas de crianças e jovens com surdez”, enfatizou Fabiana Pessoa.

Antes e Depois

No ano de 2016 o CAS atendia apenas 22 crianças em oficinas de Português/Libras e Matemática/Libras. No curso de Libras I havia apenas duas turmas com 25 alunos.

Hoje, na nova gestão, o atendimento nas oficinas de Português/Libras; Matemática/Libras e aulas de Arte Corporal e Artística atende a 46 crianças. O curso de Libras I possui 12 turmas com 35 alunos. O curso Libras II, 4 turmas com 35 e o curso Libras III, uma turma com 25 alunos.

No curso de Português/Libras para surdos adultos existem 39 alunos e o objetivo é preparar os surdos para ingressar em uma faculdade aprendendo Português e redação, além da preparação para o ENEM.

Também foi implantado um cadastro pela internet para contabilizar o número de pessoas com surdez no município e nas cidades vizinhas atendidas pelo serviço. Atualmente o CAS auxilia órgãos públicos com o serviço de intérprete.



Por Assessoria  


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.