Notícias / Esporte


Imprimir notícia

16/12/2017 17:45 - Atualizado em 16/12/2017 17:48

Grêmio é valente, mas Real Madrid vence e fica com título do Mundial

 

Não deu para o Grêmio na final do Mundial de Clubes. O time brasileiro bem que lutou de igual para igual contra o Real Madrid, mas não resistiu ao talento (e a sorte) de Cristiano Ronaldo neste sábado (16), no Estádio Zayed, em Abu Dhabi. O português comandou a vitória do time espanhol por 1 a 0 para ficar com o título.

O Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, chegou ao seu sexto título mundial (1960, 1998, 2002, 2014, 2016 e 2017). O Grêmio, que levou a Copa Libertadores neste ano, buscava só sua segunda conquista (1983).

Sem os mesmos craques, sem a mesma folha orçamentária, mas com igual vontade. O Grêmio tratou de equilibrar as coisas na base da organização tática de Renato Gaúcho e, claro, como sua principal característica, na disposição. Sua principal estrela, o atacante Luan não brilhou.

A garra do time gaúcho era tanta que Geromel, logo no primeiro minuto, deu uma entrada daquelas no craque Cristiano Ronaldo. Como quem quisesse demonstrar a que veio, o zagueiro deixou as travas da chuteira na panturrilha do Melhor do Mundo.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com o Grêmio marcando pressão em todo o campo. Faltava uma grande jogada de efeito, enquanto o Real Madrid chegava aos poucos, sobretudo, com Cristiano Ronaldo. Edílson assustou em cobrança de falta e o português respondeu com igual perigo.


Mas foi mesmo Cristiano Ronaldo quem abriu o placar, aos 7 minutos do segundo tempo. Não foi a cobrança das mais brilhantes, mas a barreira — com Luan e Lucas Barrios — deu uma força e abriu para a bola entrar. Além da enorme qualidade de seus jogadores, a sorte também estava com o Real Madrid.

Com a vantagem no placar, a equipe espanhola passou a dominar o jogo. O time brasileiro ainda mostrava personalidade e, com as entradas de Jael e Everton, tentava reequilibrar as forças.

De tão valente, o Grêmio honrou sua tradição de imortal e não desistiu. Marcelo Grohe ainda fez importantes defesas, mas já era tarde. O Real Madrid ficou com o título em Abu Dhabi.



R7 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.