Notícias / Polícia


Imprimir notícia

15/05/2020 06:29 - Atualizado em 15/05/2020 06:33

Histeria causa confusão em Arapiraca

 

Moradores do bairro Brasília, no município de Arapiraca, em Alagoas, acionaram a polícia, nesta quinta-feira (14), após serem abordados por um casal que se apresentou como funcionários de uma empresa de pesquisa que estava realizando testes para o novo coronavírus (Covid-19).

No entanto, na delegacia ficou comprovado que, de fato, o casal é funcionário da empresa, a pesquisa existe e é financiada pelo Ministério da Saúde (MS).

De acordo com o delegado Fernando Lustosa, nem a Polícia Civil (PC) e nem a militar foi informada sobre esses exames. Por esse motivo, a Polícia Militar (PM) trouxe as pessoas que estavam fazendo os testes para a delegacia. "Confirmamos que a empresa existe e as pessoas foram liberadas para a realização do exame", afirmou.

O site da empresa IBOPE Inteligência informa que o instituto estará realizando, nos dias 14 e 15 de maio, uma pesquisa em todo o país sobre a prevalência da Covid-19 na população brasileira. A coordenação do estudo é da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com financiamento do Ministério da Saúde.

O objetivo da pesquisa é medir o nível de imunização da população brasileira ao novo coronavírus e identificar de que forma a doença está se propagando pelo Brasil. Com isso, será possível criar políticas públicas mais eficientes no combate à pandemia baseadas em critérios científicos sobre o comportamento do vírus.

A pesquisa consiste na aplicação de um breve questionário sobre a existência de doenças preexistentes e possíveis sintomas do novo coronavírus nos últimos 30 dias, além da realização de um teste sanguíneo rápido que utiliza metodologia por punção digital (uma picadinha na ponta do dedo).

O estudo será realizado em três etapas e em 133 municípios. A primeira etapa ocorre entre os dias 14 e 15 de maio, enquanto as demais ocorrerão a cada 15 dias. Ao término da pesquisa, 99.750 brasileiros terão sido testados.

Inicialmente, os municípios que irão participar da pesquisa foram definidos. Em um segundo momento, 25 setores censitários dentro de cada um desses municípios (exceto àqueles onde não há 25 setores censitários) foram sorteados.

Dentre dos setores, os domicílios que serão abordados aleatoriamente serão selecionados e, por fim, dentro dos domicílios selecionados, será sorteado o morador participante. O morador em questão, caso aceite, será submetido ao teste sanguíneo e ao questionário.

Todo morador que aceitar participar da pesquisa terá que assinar um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido que informa sobre os objetivos, procedimentos, possíveis riscos, sigilo dos dados, voluntariedade da participação, entre outros aspectos. As pessoas menores de idade e/ou adultos legalmente incapazes receberão o Termo e terão que ser autorizados pelos pais e/ou responsável.

Todos os entrevistadores que vão realizar as entrevistas foram testados e apenas aqueles que apresentaram resultado negativo irão às ruas para realização da coleta de dados e aplicação do teste sanguíneo.

Esses profissionais foram devidamente treinados por um especialista da área de saúde e estarão utilizando os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), conforme orientação do Ministério da Saúde. São eles: máscaras descartáveis, toucas descartáveis, aventais descartáveis, sapatilhas descartáveis, óculos de proteção e luvas. Além disso, todos os entrevistadores terão em mãos frascos de álcool gel, sacos de lixo infectante e caixas de descarte de materiais hospitalares.

Todas as informações coletadas são absolutamente sigilosas, serão tratadas de forma anônima e os respondentes não serão identificados, de acordo com todas as normas éticas internacionais sobre pesquisas em saúde (com exceção da Vigilância Sanitária, caso o resultado do teste seja positivo). Os resultados dos estudos serão sempre tratados conjuntamente e nunca de forma individual.

O IBOPE Inteligência ressalta que é muito importante que os moradores dos domicílios selecionados aceitem participar desse estudo. Além de ficarem sabendo do resultado dos seus exames, contribuirão com a ciência e com os esforços de conter o avanço da pandemia no País.


Com Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.