13/08/2019 05:46 - Atualizado em 13/08/2019 05:49

Jaguatirica é resgatada após aparecer em área residencial

 

Uma jaguatirica foi resgatada pela força-tarefa da FPI do São Francisco, nesta segunda-feira (12), enquanto rondava uma área residencial no Agreste de Alagoas. Aos integrantes da equipe Fauna, o proprietário do imóvel relatou que ficou desconfiado que o felino rondava os animais criados no local, pato, peru e galinhas.

Desconfiado, o proprietário armou uma arapuca, prendeu o animal e acionou a equipe. A jaguatirica foi transportada para o Centro de Triagem de Animal Silvestre Provisório, em Arapiraca.

Em seguida, de acordo com informações da equipe da força-tarefa, o animal foi sedado e submetido a exames específicos, com a coleta de sangue e fezes, como a avaliação hematológica e genética, parasitológico e microbiológicos.

"Ações como esta são muito importantes, pois, provavelmente o animal seria abatido, vez que estava causando prejuízo ao proprietário", disse o coordenador da equipe Fauna e gerente de Fauna do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), Epitácio Correia.

Já o médico veterinário, Rick Vieira, revelou que a jaguatirica fêmea adulta estava saudável e continuará no local até receber o colar de telemetria e um microchip pra fins de controle e rastreabilidade.

Vieira ainda suspeita que o animal invadia o imóvel em busca de alimentos, pois deveria estar tendo dificuldades para encontrar comida nas matas da região. A hipótese mais provável é a de que isso vinha acontecendo devido aos constantes desmatamentos.

Habitat natural
A jaguatirica possui uma distribuição ampla por todo país e é típica dos biomas Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica e Floresta Amazônica. O resgate também é considera como o maior felino encontrado em Alagoas, pois não há registros recentes de onça-parda e de onça-pintada na região.

Predador de topo da cadeia alimentar, a jaguatirica precisa de uma área grande para caçar. O animal selvagem se alimenta de aves e pequenos mamíferos.

A equipe Fauna informou que o animal deve ser solto ainda no fim desta semana. Porém, a data só deverá ser definida quando o rádio de telemetria chegar do estado de São Paulo.


Gazetaweb