Notícias / Política


Imprimir notícia

02/01/2021 07:36 - Atualizado em 02/01/2021 07:38

JHC anuncia decreto para reduzir valor da passagem de ônibus

 

Após tomar posse em uma solenidade virtual, JHC (PSB) concedeu a primeira coletiva de imprensa como prefeito de Maceió, no início da noite desta sexta-feira (1º), e afirmou que entre as prioridades do início da gestão está a redução do valor da passagem de ônibus. Para isso, anunciou que a partir desta segunda-feira (4), começará a elaborar decreto com essa finalidade.

"Está incluso no Plano de 100 dias a redução no preço da passagem de ônibus. Já estamos trabalhando e na segunda-feira, a gente já começa a elaborar o decreto. Vamos colocar como prioridade para que a gente possa baixar o preço da passagem de ônibus em Maceió. Nosso objetivo é que Maceió tenha o menor valor de passagem entre as capitais", afirmou JHC.

No programa de campanha, JHC apresentou a proposta de até 30% de redução no valor da passagem. "Estamos, tecnicamente, estudando. Queremos que as empresas respeitem a legislação. Todos os editais estão sendo revisitados e nós vamos, tanto quanto possível, de forma legítima, baixar a passagem".

Na presença do novo secretário municipal de Saúde, Pedro Madeiro, JHC disse que deve priorizar também a ampliação do horário de funcionamento dos postos de saúde da capital. Ele afirmou ainda que deve trabalhar para construir um centro de diagnóstico de imagem, que deve atender a demanda de exames em Maceió.

O prefeito empossado também destacou que todos os contratos irão passar por auditorias. "Os contratos que estão de forma precária, claro que nós vamos suspender".

JHC também afirmou que irá reduzir o quadro de servidores da Prefeitura de Maceió, com o objetivo de cortar custos. Os nomes dos novos secretários serão divulgados nesta segunda-feira (4).

Além de destacar a importância de trabalhar com um Plano de 100 dias durante o período da transição, como uma rota de agradecimento, JHC também disse no discurso que irá criar duas coordenadorias, sendo uma para lidar com os problemas que afetam a região e a outra para cuidar da elaboração de um plano de vacinação contra a Covid-19.

Segundo JHC, a volta às aulas na rede municipal de ensino deve ser discutida pelos integrantes da coordenadoria que vai tratar do plano de vacinação contra a Covid-19. Segundo o prefeito, o retorno às salas de aula não necessariamente dependerá da imunização dos alunos.


Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.