Notícias / Polícia


Imprimir notícia

13/10/2021 06:37 - Atualizado em 13/10/2021 06:39

jornalista Patrícia Lélis forjou acusações contra Eduardo Bolsonaro

Patrícia afirma que teria negado namoro com Eduardo Bolsonaro, por isso ele ameaçou tirar sua vida

 

A Polícia Civil do Distrito Federal concluiu que a jornalista Patrícia Lélis mentiu ao dizer que foi ameaçada por ter negado relacionamento com deputado Eduardo Bolsonaro, filho do atual Presidente da República.

Segundo a jornalista, a acusação de tentativa de assassinato, foi feita em 2019, através de mensagens trocadas com o Deputado. Ela afirmou que Eduardo publicou em uma rede social que os dois estavam em um relacionamento e, quando ela negou o romance, ele teria dito que ‘iria acabar com a vida dela e que ela iria se arrepender de ter nascido’.

Em relatório, o delegado Josué da Silva Magalhães, afirmou que de acordo com a perícia realizada nas conversas entre os dois havia indícios de simulação. Ao ser procurada pela reportagem, Patrícia disse que além de não ser ouvida pelos policiais, o processo ser teve andamento após a eleição de Bolsonaro e que a todo momento favorecia apenas ao seu filho.


Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.