17/10/2020 09:03 - Atualizado em 17/10/2020 09:07

Mais uma derrota de Luciano Barbosa na Justiça

 

Com candidatura ameaçada pelo próprio partido, Luciano Barbosa tentou impedir que Tarcizo Freire fale com pessoas em cima de seu minitrio.

O juiz da 22ª Zona Eleitoral, de Arapiraca, revogou a liminar e indeferiu a ação movida por Luciano Barbosa para impedir que Tarcizo Freire fale com o povo usando o minitrio na campanha pela Prefeitura da cidade.

Para o juiz Rômulo Vasconcelos de Albuquerque, que responde pela 22ª Zona Eleitroral, não há provas na ação de que o uso do equipamento foi feito em desconforme com a legislação eleitoral.

“O único elemento de prova apresentado pelos autores é um vídeo (documento 14733199), o qual mostra o minitrio circulando e fazendo propaganda acompanhado de um único veículo, o que não demonstraria a realização de carreata, contudo, em uma análise mais acurada, percebe-se que a imagem foi gravada em um ângulo fechado que só mostra o minitrio e o citado veículo, e sem uma imagem panorâmica do ambiente fica difícil afirmar se havia ou não mais veículos acompanhando o minitrio para configurar uma carreata”, diz um trecho da decisão.

O magistrado destacou ainda que a defesa de Tarcizo provou nos autos, através de várias imagens, que o minitrio estava sendo usado numa carreata para falar com as pessoas e que “o uso de carro de som se encontra devidamente regulado na legislação”, concluiu.


Com Blog do Bernardino Souto Maior