Notícias / Nordeste


Imprimir notícia

07/10/2018 05:27 - Atualizado em 07/10/2018 05:27

Mãe sai do coma após sentir filho recém-nascido sobre o peito

 

A paciente Amanda Cristina Alves da Silva, 28, saiu do coma, no qual estava há 23 dias, em Fortaleza, Ceará, após sentir Victor Hugo, seu filho de 7 meses, sobre seu peito.

“Saíram lágrimas de seus olhos e o coração acelerou. Ela também começou a produzir leite espontaneamente, ser sem estimulada. Mais tarde relatou ao médico que se emocionou ao sentir o cheiro do bebê”, informou a Maternidade-Escola Assis Chateubriand por meio de sua assessoria de imprensa, onde ocorreu o caso.

Amanda entrou em coma ao dar à luz. Prestes a entrar na 37ª semana de gestação, ela teve uma convulsão – ela sofre de epilepsia crônica — e foi levada a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), sendo encaminhada à Maternidade-Escola Assis Chateubriand, da Universidade Federal do Ceará (UFC), especializado em casos de risco, onde passou por uma cesárea de emergência.

Segundo a assessoria, não havia perspectiva de Amanda sair do coma, que seria encaminhada para “tratamento paliativo com alta domiciliar”. “Ela estava de olhos abertos, mas não reagia a nada nem apresentava movimentos”, informa.

Leia também: Médico opera 'ursinho' a pedido de menino que passaria por cirurgia.

A maternidade afirma que, graças a uma conduta de humanização dentro da UTI estabelecida pelo Ministério da Saúde, a equipe multidisciplinar se reuniu para tomar resoluções nesse sentido. “Foi quando uma enfermeira da equipe teve a ideia de pegar o bebê, que ainda estava no hospital, e colocá-lo em contato com a mãe”.

Um infectologista garantiu que a iniciativa não traria riscos à criança, ainda de acordo com a assessoria.

Após o contato com o filho, Amanda passou a melhorar progressivamente, tendo alta hospitalar 20 dias depois sem nenhuma sequela. 


TNH1


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.