Notícias / Esporte


Imprimir notícia

27/06/2018 08:07 - Atualizado em 27/06/2018 08:08

Messi foi denunciado por lavagem de dinheiro em Buenos Aires

 

Cinco horas antes da agônica vitória que classificou a Argentina para as oitavas de final da Copa do Mundo 2018, um jornalista que chefia uma ONG em Buenos Aires denunciou o atacante Lionel Messi, o pai do jogador, Jorge Messi, e a "Fundação Lionel Messi" por lavagem de dinheiro, segundo o jornal Clarín.

A notícia, que chegou ao conhecimento de La Pulga momentos antes do duelo decisivo contra a Nigéria pelo Mundial, foi obra de Fernando Míguez, em nome da "Fundação pela paz e contra as mudanças climáticas".

A denúncia está nas mãos do juiz Ariel Lijo, e agora Míguez será convocado para que ratifique. Caso leve o caso em frente, Lijo decidirá se abre uma investigação penal ou se arquiva o caso.

Segundo contou o denunciante ao jornal argentino, o delito de Messi seria levagem de dinheiro através de doações que a "Fundação Lionel Messi" recebe, e que inclusive foram objeto de investigação no caso "Panama Papers".

Essa não é a primeira vez, aliás, que o jornalista tenta algo na Justiça. Nos últimos anos, ele fez diversas denúncias do tipo na Argentina, principalmente envolvendo famosos nomes da política, mas não teve sucesso em nenhuma das vezes.

Messi já foi investigado judicialmente pelo Fisco na Espanha em diversas ocasiões.

Na Argentina, porém, é quase nula a chance de que o caso seja levado em frente, apesar de Míguez alegar que o craque também opera suas atividades financeiras de maneira irregular no país natal.


MSN
 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.