Notícias / Agreste


Imprimir notícia

07/10/2018 05:55 - Atualizado em 07/10/2018 05:55

MP Eleitoral e PF barram prática de corrupção eleitoral em loja de aparelhos ortopédicos em Maceió

 

No fim da tarde de ontem, sábado (6), a Polícia Federal deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão numa loja de aparelhos ortopédicos em Maceió (AL). A pedido do Ministério Público Eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL) expediu a ordem de busca e apreensão para apurar suposta prática de corrupção eleitoral.

Por meio do aplicativo Pardal da Justiça Eleitoral, uma denúncia anônima informou que na loja estaria ocorrendo a troca de cadeiras de rodas para banho por votos, em prol de candidato ao cargo de Deputado Estadual. Após diligências iniciais pelo MP e pela PF, constatou-se que havia indícios suficientes que justificavam a realização de uma busca no local.

Diligentemente, nesta mesma tarde, pouco tempo após o pedido do MP, o Tribunal Regional Eleitoral concedeu o mandado nos termos pedidos pela Procuradoria Regional Eleitoral.

A ação policial visou apurar se no local havia listas, cadastros ou bens destinados ao pagamento de eleitores que se dispusessem a votar no candidato apontado na denúncia, bem como outros documentos úteis à investigação. Foram apreendidos diversos documentos que ainda estão sendo analisados.

O material apreendido será submetido a exame pericial e, quando da conclusão das investigações que ainda estão em andamento por meio de Inquérito Policial serão encaminhados à Justiça e ao MP Eleitoral.

As investigações continuarão, a fim de promover uma eleição limpa e equilibrada em Alagoas, garantindo o respeito à vontade dos eleitores.

Mais informações ainda não podem ser divulgadas para não atrapalhar as investigações da Polícia Federal em Alagoas na apuração da suposta prática criminosa.

*Com informações da PF/AL
Denúncias eleitorais podem ser feitas diretamente à PF pelo telefone: (82) 3216-6767

Assessoria de Comunicação Social 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.