Notícias / Polícia


Imprimir notícia

27/07/2018 18:19 - Atualizado em 27/07/2018 08:20

Polícia vai investigar se servidora vazou informação de operação no interior

 

A Delegacia Regional de Arapiraca abriu inquérito para investigar se uma servidora do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) vazou informações sobre a operação policial, desencadeada na manhã desta quinta-feira (26) para cumprir 23 mandados de prisão, busca e apreensão em Arapiraca, município do Agreste alagoano. Informações preliminares dão conta de que a servidora seria assessora de um juiz daquela Comarca.

De acordo com o delegado Igor Diego Vilela, da Regional de Arapiraca, a Polícia Civil tomou conhecimento do áudio em que a servidora repassa informação privilegiada para grupos de Whatsapp, a fim de alertar os suspeitos de envolvimento em crimes como homicídio, assalto e tráfico de drogas. O áudio, inclusive, ganhou as redes sociais ainda nas primeiras horas desta quinta.

Ainda segundo a Polícia Civil, a informação contida no áudio alerta sobre a operação policial que foi realizada no bairro Boa Vista.

Até o início da tarde, as equipes já haviam prendido sete pessoas, apreendendo drogas, armas, medicamentos e dinheiro. Como ainda não foi concluída, a operação deve ser tema de uma coletiva para a apresentação, à imprensa, de um balanço das ações em Arapiraca.

Confira a nota da Corregedoria-Geral da Justiça:

A Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Alagoas, enquanto órgão orientador e fiscalizador das atividades jurisdicionais e auxiliares da Justiça, torna público e esclarece que não recebeu denúncia formal de qualquer natureza, sobre possível envolvimento de servidora do Tribunal de Justiça de Alagoas no vazamento de informações relacionadas à operação da Polícia Civil realizada em Arapiraca, nesta quinta-feira (26), conforme foi veiculado pela imprensa. Não obstante, este órgão censor enfatiza que adotará as providências cabíveis no sentido da plena e cabal apuração dos mencionados fatos.


Gazetaweb 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.