Notícias / Alagoas


Imprimir notícia

16/05/2018 03:15 - Atualizado em 16/05/2018 03:51

Possível reivindicação da população fez Renan Filho não ir a Piranhas

 

Descobrindo um santo para cobrir outro, este ditado popular pode simplificar e explicar a revolta da população de piranhas com a decisão do governador Renan Filho de transferir a Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes – Caatinga) deixando a cidade de Piranhas desassistida.

O governador do Estado de Alagoas, Renan Filho (MDB), sempre foi um adepto das câmeras e holofotes, mas desta vez em Piranhas a visita que marcada para acontecer nessa segunda-feira (14) foi cancelada.

Os moradores de Piranhas iriam realizar uma reivindicação sobre segurança pública em frente a Prefeitura Municipal durante visita do governador Renan Filho à cidade. Ao longo da manifestação, um abaixo-assinado seria efetuado exigindo o reforço de policiamento e a volta da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão.

Devido a inúmeros fatos de violência, a cidade se encontra em meio ao caos na segurança pública. No último fim de semana foram registrados inúmeras ocorrências policiais no município deixando a população revoltada com a decisão do governo em tirar Copes – Caatinga da cidade. A população mostrou sua revolta nas redes sociais pedindo a solução dos problemas e questionando a desistência da visita ao município.


MN com Editora Guia Mais
Foto: Diário do Poder
 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.