Notícias / Alagoas


Imprimir notícia

11/04/2018 10:17 - Atualizado em 11/04/2018 10:29

Renan Filho se pronuncia contra decisão da justiça na prisão de Lula

 

Renan Filho e mais outros governadores e políticos visitaram o prisioneiro condenado Luís Inácio Lula da Silva. A caravana supostamente tenta usar o ex-presidente como um bibelot para as próximas eleições. A frustração tomou conta de todos do grupo, pois sem o planejamento da visita, nenhum deles conseguiu ter acesso ao prisioneiro.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o governador Renan Filho defendendo a revisão da decisão que levou o petista para a cadeia. Renan Filho abandona Alagoas as vésperas de uma crise na segurança estadual para tentear buscar aproximação com o ex-Presidente visando os votos dos seguidores apaixonados do PT.

A juíza Carolina Lebbos decidiu expressamente que "não há fundamento para a flexibilização do regime geral de visitas próprio à carceragem da Polícia Federal". A magistrada destacou trecho da ficha individual do apenado, referindo-se à decisão do juiz Sérgio Moro, que mandou prender Lula.

Mas seguindo o roteiro midiático que é regra no governo Renan Filho, mesmo frustrado com a decisão de não visitar o preso, foi deixada ma carta assinada por todos que fizeram parte da comitiva, essa carta seria entregue ao Lula. No vídeo o governador diz que “ o Lula foi preso sem crime e sem provas”, o depoimento do governador deixa implícito que as decisões da justiça brasileira foram baseadas em algo que não existe.


Por Genival Silva 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.