Notícias / Brasil


Imprimir notícia

14/02/2020 08:39 - Atualizado em 14/02/2020 08:41

Rodrigo Maia garante folga e plenário vazio às quintas há 4 anos

 

A Câmara viveu outra vez, nesta quinta (13), a mesma rotina desde a posse de Rodrigo Maia na presidência da Casa, em 2016: plenário vazio, mas fingindo estar lotado, para enganar trouxas, os brasileiros.

Por ordem de Maia, às quintas, o registro de presença é aberto às 6h da manhã para permitir que assinem o ponto e viajem. O insulto pôde ser flagrado às 17h: o painel do plenário registrava 426 deputados, mas havia só um, Luiz Ovando (PSL-MS), que até discursou para ninguém.

A liberação da assinatura do ponto às 6h da manhã de quinta foi um compromisso de Maia para conseguir se eleger presidente da Câmara.

Com a regra implantada por Rodrigo Maia, os deputados agora só trabalham ou têm obrigação de assinar o ponto às terças e quartas.

Quando era presidente, Eduardo Cunha cobrava presença com “efeitos administrativos” às quintas, ao fim do dia. Isso ajudou na sua cassação.



Diário do Poder 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.