Notícias / Política


Imprimir notícia

26/06/2018 17:38 - Atualizado em 26/06/2018 17:40

Ronaldo Lessa dirá a Lupi que prefere não disputar o Governo de Alagoas

 

O deputado federal e ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa (PDT-AL) tem encontro marcado para esta terça-feira (26), em Brasília (DF), com o presidente nacional de seu partido, Carlos Lupi. Na reunião, Lessa tratará da possibilidade de se lançar candidato a governador contra a reeleição de seu aliado Renan Filho (MDB). Mas a disposição do ex-governador é de convencer Lupi e o pré-candidato pedetista a presidente da República Ciro Gomes de que o melhor rumo para o PDT de Alagoas é apoiar a sua reeleição para um novo mandato na Câmara dos Deputados.

Mesmo já tendo anunciado que coordenaria a campanha de reeleição da família Calheiros, no final do mês de maio, Ronaldo Lessa procurou o principal rival do senador Renan Calheiros (MDB-AL), o prefeito de Maceió (AL) Rui Palmeira (PSDB), para avaliar suas chances de disputar eleição contra o governador Renan Filho.

Após passar quase um mês analisando pesquisas qualitativas sobre suas chances em uma eventual disputa pelo Governo de Alagoas, Lessa disse ao Diário do Poder que crê no convencimento de Ciro e Lupi de que ir para o embate com Renan Filho não seria o melhor caminho.

A declaração é dada dias depois de o presidente do PDT Nacional ter confirmado com a reportagem que acertaria uma data com o ex-governador para vir a Maceió discutir o assunto com a militância pedetista.

“Estou muito tranquilo pois acredito que convencerei o Lupi e Ciro que o melhor projeto para o PDT será minha reeleição. Aumentaremos nossa presença na Assembleia e vamos nos dedicar a eleição do Ciro”, disse Ronaldo Lessa

Mas quando questionado pela reportagem se o melhor caminho para sua reeleição seria no grupo atual, mantendo a aliança com Renan Filho, Ronaldo Lessa deu a seguinte resposta: “Toda eleição é uma incógnita. Não há eleição fácil”.

Palanque indigesto

O líder nacional do PDT, Carlos Lupi, tenta livrar o presidenciável Ciro Gomes da incongruência de ter o líder do PDT de Alagoas coordenando a campanha do grupo do senador Renan Calheiros, alvo de impropérios em seus discursos contra escândalos de corrupção no Brasil.

Por isso, mesmo com a preferência de Ronaldo Lessa pela reeleição para a Câmara, Carlos Lupi deve ser convidado a debater a candidatura majoritária com o PDT local e a oposição.

Em 2010, Lessa levou a disputa pelo governo de Alagoas para o segundo turno, contra o governador reeleito Teotonio Vilela Filho (PSDB), tendo derrotado nada menos que o ex-presidente Fernando Collor de Mello, hoje senador pelo PTC.

Lessa chegou a liderar pesquisas ao Senado em Alagoas, em 2017. Ele governou Alagoas de 1999 a 2006. E antes de se eleger para a Câmara dos deputados, em 2014, perdeu três eleições, ao Senado, em 2006; ao governo, em 2010; e à Prefeitura de Maceió, em 2012.



Diário do Poder 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.