09/05/2018 23:45 - Atualizado em 09/05/2018 08:50

Suposto escândalo sexual envolvendo Renan Filho circula nas redes sociais

 

Em ano de eleição as armas e munições aparecem. Na corrida eleitoral sempre há os embates e acontecimentos que tentam atingir os envolvidos no pleito. Circula um vídeo nas redes sociais que coloca o Governador Renan Filho em situação delicada. Inicia-se a guerra eleitoral de 2018 ou são resquícios de artilharias passadas?

Uma mulher que se denomina Tatiane aparece em um vídeo que circula nas redes sociais afirmando que supostamente abortou um filho do Governador de Alagoas, este vídeo possivelmente foi produzido durante a campanha de 2014. No vídeo ela conta que o conheceu em um jantar quando era deputado federal, na ocasião estava acompanhada de uma amiga e do ex-deputado Luiz Argôlo, o ex-deputado foi condenado na Lava Jato.

A mulher afirma que Renan Filho se apresentou como solteiro, falou que queria se candidatar ao cargo de governador e que estava procurando uma namorada. Ela segue no vídeo confirmando contatos por mensagens trocadas por eles.

No vídeo ela relata fatos de uma suposta visita a Renan Filho na cidade de Maceió. Segundo os relatos da suposta amante ao contar que estava grávida, ele ficou cauteloso, mas sempre dialogando. Ela relata que o governador Renan Filho citou do caso do pai quando perdeu a presidência do senado.

Exigindo o aborto por conta de sua candidatura ao governo e que um filho naquela circunstância poderia atrapalhar sua campanha, a mulher conta que foi ameaçada caso ela desista do aborto ou tentasse abrir alguma ação judicial.

Os empates das eleições prometem esquentar, o vídeo que aparece neste momento é um de muitos artifícios que aparecerão no decorrer do ano. O momento é de expectativas e cautela para buscar a veracidade dos fatos. Talvez seja o velho jogo sujo da politica se fortalecendo em tempos de fake News. A história se repete reforçada de novas tecnologias.


Genival Silva