Notícias / Brasil


Imprimir notícia

30/07/2020 08:17 - Atualizado em 30/07/2020 08:20

Toffoli livra mais um investigado de corrupção

 

Após arquivar investigações contra ministros do Superior Tribunal de Justiça (STF) e do Tribunal de Contas da União (TCU) delatados pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabra, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) também determinou a suspensão das investigações de corrupção eleitoral e caixa dois que pesam contra o senador José Serra (PSDB-SP).

Além das acusações envolvendo crime eleitoral, Serra também é suspeito de lavagem de dinheiro em obras do Rodoanel Sul, em São Paulo, quando ele era governador.

No STF, a defesa de Serra alegou que ele tem direito a foro privilegiado e não pode ser investigado por juiz de primeira instância e sim pelo próprio Supremo. O próprio STF já decidiu que o foro privilegiado somente se aplica a crimes cometidos durante o mandato e em razão dele.

Em sua decisão, Toffoli determinou que “todos os bens e documentos apreendidos deverão ser lacrados e imediatamente acautelados, juntamente com eventuais espelhamentos ou cópia de seu conteúdo, caso tenham sido realizados”.


Diário de Poder 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.