Notícias / Polícia


Imprimir notícia

18/10/2017 11:35 - Atualizado em 18/10/2017 11:40

Vigilante da UE do Agreste é preso suspeito de envolvimento em atentado

 

Um vigilante do Hospital de Emergência de Arapiraca foi preso, na manhã desta quarta-feira (18), por suspeita de ter envolvimento em um atentado ocorrido em setembro deste ano, no centro do município de Feira Grande.

Outras duas pessoas também foram detidas pelo mesmo motivo na operação deflagrada por agentes de delegacias pertencentes à 4ª Delegacia Regional de Arapiraca, comandados pelo delegado Gustavo Xavier.

Uma das vítimas foi Samuel Bezerra da Silva, de 18 anos, foi atingido a tiros e morreu no local. A segunda, Ery Johnson da Silva, correu e foi atingido por três disparos. Socorrido até o Hospital de Emergência do Agreste, conseguiu escapar.

Após investigações, o delegado regional solicitou a prisão dos acusados que foi decretada pelo juiz de Feira Grande, Lisandro Suassuna.

Na operação, que mobilizou 20 policiais civis, foram presos: Ivanir Germano dos Santos Neto, 21 anos, conhecido como "Neto" ou "Netinho"; o pai dele, Gildá Germano dos Santos, de 43 anos, e o tio James Germano dos Santos, 37 anos, o "Jurandir", irmão de "Gildá".

"Jurandir" foi preso no hospital de emergência de Arapiraca, onde trabalha como vigilante. Os demais foram detidos em suas casas, em Feira Grande.

Um quarto acusado, Itamar Diego Pereira Soares, o "Timorinho", que seria o líder do grupo, está foragido e é procurado pela polícia.


Redação com Gazeta Web 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.