18/12/2015 10:09 - Atualizado em 18/12/2015 09:13

A Vida Virtual Nos Rouba a Vida?

 

Deixamos de ser gente para sermos servos das tecnologias? Ou a tecnologia é nossa serva enquanto nos aprisionamos em seus labirintos?
Poucas horas sem um dos aplicativos de comunicação deixou muita gente transtornada, solitária e preocupada. Mostrando a dependência que temos das ferramentas dos tempos modernos, mostrando as carências que temos em saborear o equilíbrio antagônico das redes sociais. Tão perto e tão longe.

A internet nos oferece diversos serviços, uma pesquisa simples ou acadêmica, a busca de um endereço, comercialização de produtos e serviços e o contato virtual e direto com quem está conectado nas redes. O conceito de redes sociais é antigo e indica a integração de pessoas que têm um objetivo comum e se comunicam para compartilhar ideias ou realizar ações conjuntas.

As empresas, que outrora se afastavam das redes sociais, utilizam massivamente a ferramenta para escoarem seus produtos e serviços. O fácil acesso a internet multiplica seus adeptos.

Esses senhores e senhoras, ladrões do tempo, fascina seus zumbis e súditos, não escolhe suas vitimas, não possui preconceitos e democrático como é se multiplica a cada geração ditando suas regras escravistas e hipnotizante fazendo os seres que dela são dependentes simples maquinas de carne e osso, limita o contato olho no olho, limita os abraços e fragiliza os relacionamentos dos que vivem perto e atiça a curiosidade dos distantes.

Segundo a psicóloga do Scarpa, Graziele Ribeiro Martins as redes sociais são boas desde que não prejudiquem o desempenho das pessoas tanto no trabalho quanto nos estudos. De acordo com a psicóloga a internet facilita o dia a dia das pessoas, entretanto pode virar um vicio. Afinal tudo em excesso faz mal.

Quem, na era das redes sociais, dá um bom dia a que vive do seu lado antes de olhar suas mensagens nas redes sociais? Quem simplesmente abdica de um dia ou dois da vida virtual para vivar a vida real? Quem é mais frio, o aplicativo que hipnotiza ou o ser que ignora tudo ao seu redor para satisfazer seu vicio de está longe de quem provavelmente queria que estivesse perto? A vida é tão rápida e não é justo passar por ela desatentamente ou distraído. Gente carece de gente!