30/04/2015 06:58 - Atualizado em 30/04/2015 07:33

Renovação Política Já. É que Reformar É Ficar Com O Velho.

 

Há uma podridão nos velhos métodos de fazer política, o povo precisa de uma renovação política  no País. Essa reforma que se propaga nas mentes publicas não pode ser iniciada, planejada e executados nos corredores de Brasília, ela teria  que vir do povo e esse povo necessita de renovação política completa para todos os cargos elegíveis. E quando reformamos um sofá, ficamos com um objeto novo ou ainda continuamos com o velho e seus velhos vícios?

Essa reforma poderia ter apenas um artigo que a sustentasse, simples e claro: Não reeleger político algum que tenha ou teve mandato, nem eles ou seus afiliados políticos e familiares. Só a renovação geral de todos poderá ter o mínimo possível

 

Com o caos político está impregnado em todas as áreas do poder publico e isso afeta a vida de todos os brasileiros nas diversas necessidades da população. É possível imaginar o que seria mais trágico ao povo brasileiro; as praticas maléficas a sociedade do Brasil, ou os conflitos armados de alguns países?; A corrupção que tira recursos da saúde, matando milhares de pacientes nos hospitais públicos ou os terremotos cíclicos que acontecem em diversos países mundo a fora; a impunidade que protege os já condenados ou os tsunamis que matam e devasta tudo em seu caminho?; A falta de vontade política ou as guerras étnicas da África?. O que é nocivo a vida em outros lugares, causa  menos mal quantitativamente que as ações ou apatia política de muitos dos nossos estadistas.

O vício da  velha política está impregnado nos que estão no poder, com raras exceções há os que não comungam e nem participam dos grupos fechados que dominam as longínquas regiões do Brasil e os grandes centros urbanos. Há, e só desconfio!, um pacto entre os grandes senhores dos currais eleitoreiros para se usar sempre o mínimo possível das migalhas que sobram e é destinada ao povo. Pois a necessidade é a mãe da escravidão dos gratos e muitos senhores dos votos sabem disso e distribui esperanças a contra gotas  e favores periódicos a aquelas almas carentes que os sustentam nas urnas a cada dois anos.

O povo brasileiro, para se libertar, terá que tomar o país para ele.  E a maneira correta para que não haja violência ou prejuízos, é não votar  em políticos que estão no poder a vários mandatos ou em seus filhos, familiares e apadrinhados.  A renovação ou a reforma política terá que ser feita pelo próprio povo que sofre com suas  decisões conduzidas pelo simples fato de não gostar ou não se informar sobre a política, sua sociedade e o histórico dos candidatos que lhe são apresentados a cada eleição. Renovar é preciso.