Notícias / Arapiraca


Imprimir notícia

10/06/2021 17:53 - Atualizado em 10/06/2021 17:54

Conselheiros tutelares encaminham ao MP documento relatando falta de apoio

 

Os 10 Conselheiros Tutelares de Arapiraca, estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (10), quando encaminharam ao Ministério Público Estadual, relatório contendo as demandas do órgão.

Segundo eles, é grande a falta de material de trabalho e de limpeza, como também itens
para a proteção contra a Covid-19, a exemplo de EPIs, máscaras, álcool em gel.

Os conselheiros também reclamam que desde que foram empossados, não têm seus salários reajustados, onde inclusive, nem o adicional de insalubridade é pago, trabalhamos até altas horas da noite atendendo ocorrências bastante complicadas.

"Corremos risco de morte com graves ameaças, mas nem por isso, vamos deixar de trabalhar, porém, o que exigimos é que nos garantam melhores condições de trabalho e salários condizentes com o cargo", afirmaram.

Os conselheiros se mostraram mais indignados com as acusações feitas de que eles não trabalham.

"Temos documentos oficiais que comprovam as ações dos conselheiros, inclusive com números de casos atendidos quando ocorrem situações de ameaça ou de violação dos direitos da criança ou o adolescente que está em situação de vulnerabilidade, disse um dos conselheiros.

Ao concluírem, os conselheiros reafirmaram o compromisso de continuarem exercendo suas tarefas de cuidar e proteger as crianças e adolescentes.


Por Assessoria  


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.