Notícias / Política


Imprimir notícia

22/05/2021 06:50 - Atualizado em 22/05/2021 06:52

Lula e FHC juntos não deve ser tratado como novidade

 

A garotada petista foi à loucura com o encontro de FHC e Lula, 13 dias depois. Até chamaram isso de “histórico”. Não sabem que sempre se falaram, inclusive quando eram presidentes e um deles estava na oposição. Apenas fazem política, que é a capacidade de conversar.

Os dois se dão bem desde os tempos do ABC, quando o sociólogo era figurinha carimbada nas manifestações lideradas por Lula. Na política, um serviu ao outro como “adversário favorito”, que todo político busca.

Nas urnas, Lula só venceu seu “sparring” para o suceder, mas amigos do tucano José Serra suspeitam que FHC fez corpo mole para Lula ganhar.

Nelson Jobim, que promoveu o encontro, é prova viva de que não há diferenças entre esses dois: ele foi ministro de ambos os governos.

Exceto pelo inglês fluente do tucano e a, digamos, falta de saber do petista monoglota, eles são iguais. Por isso estarão juntos em 2022.


Diário do Poder 


Deixe seu comentário

PREENCHA SEUS DADOS ABAIXO

Suas informações pessoais não serão divulgadas.


Comentários 0

Ainda não há comentários nesta matéria.