Fortaleza

Alta repentina de preços nos postos de gasolina impacta motoristas em Fortaleza

alta-repentina-de-precos-nos-postos-de-gasolina-impacta-motoristas-em-fortaleza
Alta repentina de preços nos postos de gasolina impacta motoristas em Fortaleza

Os postos de gasolina de Fortaleza registraram, nos últimos dias, uma alta repentina nos preços dos combustíveis, o que tem sido motivo de preocupação para vários motoristas da cidade. Nos postos, o fortalezense tem encontrado a gasolina comum sendo vendida a R$ 5,99, após semanas de redução nos valores.

“Já encontrei de R$ 5,49 e atualmente estou encontrando mais é de R$ 5,99. Então tem uma variação alta e um preço bem salgado”, comenta um dos motoristas ouvidos pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza. “Não passa dois meses com preço baixo, num instante aumenta pra R$ 6,00, é osso”, diz outro.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Os motoristas ainda tentam fazer rotas alternativas para encontrar postos que praticam preços mais baixos, no intuito de economizar, mas o impacto ainda é sentido. Antes da nova alta, o consumidor pagava em média R$ 5,59 pelo litro da gasolina em Fortaleza.

Segundo os Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos-CE), entidade que representa o setor, o aumento no valor do combustível está relacionado às mudanças no mercado internacional. “Constantemente o mercado mundial e o local têm variação de preço. A gasolina é uma commodity, e como toda commodity ela sobe e desce todo dia. É o mesmo caso do feijão, o mesmo caso do milho, o mesmo caso das frutas”, explica Antônio da Costa, assessor do Sindicato.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Ex-policial civil é preso em Fortaleza 24 anos após matar homem durante discussão de trânsito

“Sobre a diferença de preços entre postos de combustíveis, cada estabelecimento pode definir valores conforme as necessidades do negócio”, diz ainda.

Segundo Antônio da Costa, a rapidez com que os preços são elevados nos postos tem a ver com a logística do mercado. “Quando os preços sobem no fornecedor, se você não subir imediatamente, você não consegue comprar de novo, porque a mercadoria vai chegar mais cara e você vai perder capital de giro. Ao contrário, quando cai, você não pode cair de uma vez, porque a mercadoria que está no seu tanque está cara.”

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br