Ceará

Bombeiro hidráulico tem casa invadida e é morto a tiros na frente da família, em Cruz (CE)

bombeiro-hidraulico-tem-casa-invadida-e-e-morto-a-tiros-na-frente-da-familia,-em-cruz-(ce)
Bombeiro hidráulico tem casa invadida e é morto a tiros na frente da família, em Cruz (CE)

Um bombeiro hidráulico teve a casa invadida por três criminosos e foi morto a tiros na madrugada deste sábado (8), no município de Cruz, no litoral oeste do Ceará. A vítima teria sido morta na frente dos filhos e da esposa que se encontravam no imóvel invadido.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Conforme informações preliminares, os criminosos entraram pela cozinha e fizeram interrogações sobre o paradeiro de um outro homem ao eles procuravam, contudo, a vítima teria dito não saber de quem os assassinos falavam. Momento em que foi atingido pelos disparos de arma de fodo diante da própria esposa de três filhos.

Os três criminosos fugiram do local em motocicletas e ainda não foram identificados nem capturados. A polícia investiga o crime para saber, entre outras coisas, quem era o homem que o trio de assassinos procurava.

Bombeiro hidráulico tem casa invadida e é morto a tiros na frente da família

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou que a Polícia Civil do Estado do Ceará investiga um homicídio registrado, na madrugada deste sábado (8), no município de Cruz  e que de acordo com informações policiais, um homem, de 36 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo em um imóvel do bairro Preá.

Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foram acionadas para a ocorrência, que foi registrada na Delegacia Regional de Itapipoca.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85)3101-0181, que é o número de WhatsApp.

As denúncias podem ser encaminhadas ainda para os números (88)3673-7042 ou (88) 99751-1328, da Delegacia Regional de Itapipoca. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Leia também | Fortaleza já conta com 41 abrigos com wi-fi e painéis de previsão de chegada dos ônibus

>  > Acompanhe o GCMAIS no YouTube  < <

Fonte: gcmais.com.br