Ceará

Casal denuncia golpe do consórcio de veículo em Fortaleza

casal-denuncia-golpe-do-consorcio-de-veiculo-em-fortaleza
Casal denuncia golpe do consórcio de veículo em Fortaleza

Um casal procurou a reportagem da TV Cidade após ser vítima de um golpe do consórcio de veículo, praticado pela internet. Os golpistas utilizavam anúncios nas redes sociais para atrair clientes, prometendo a entrega de uma carta contemplada no valor necessário para a aquisição de um carro. No entanto, após realizar o pagamento de uma entrada de quase 5 mil reais, as vítimas perceberam que tudo não passava de uma armadilha.

O anúncio oferecia um veículo, mas posteriormente os golpistas explicavam que poderia se tratar de um financiamento ou consórcio, dependendo da preferência do cliente. Alegavam representar um banco e utilizavam a marca da instituição para ganhar a confiança das vítimas.

Débora e Alexandre, os supostos representantes do grupo, mudavam constantemente a história e deixavam de atender as ligações quando questionados. Após o pagamento da entrada, não havia mais retorno por parte dos golpistas.

“O vendedor Alexandre Almeida, ele atrai as vítimas até o escritório da Débora Lima. Lá eles dizem primeiramente que é um financiamento, que eles são financeira próprio, é um correspondente bancário. Quando a gente chega lá, depois é um consórcio, depois é um consórcio contemplado, enfim, são muitas histórias”, diz Jamilly Pompeu, uma das vítimas.

Ela relatou que inicialmente foi informada de que adquiriria uma carta de crédito contemplada no valor de 50 mil reais, mediante o pagamento da entrada. No entanto, após efetuar o pagamento, percebeu que não havia carta de crédito e que o consórcio tinha parcelas muito mais altas do que as informadas inicialmente.

“Ela disse que nós estaríamos adquirindo uma carta de crédito contemplada e onde a gente ia pagar um valor de quase 5 mil reais para que a gente desburocratizasse, palavras dela, que a gente desburocratizasse e recebesse o valor de 50 mil tão logo, a curto prazo. Visto que a gente estava comprando uma carta de crédito contemplada e aí a gente pagou inicialmente esse valor de quase 5 mil, não me lembro o valor exato, mas foram quase 5 mil reais onde eu parcelei no cartão de crédito” disse Jamilly Pompeu.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Esse tipo de golpe, onde são oferecidas propostas vantajosas através das redes sociais, é uma prática criminosa que vem se tornando frequente em várias regiões do país. Em Fortaleza, já foram registrados casos semelhantes, e é importante que os consumidores estejam atentos para não serem enganados.

Até o momento, os golpistas não foram identificados ou localizados. As autoridades competentes devem investigar o caso para responsabilizar os envolvidos e evitar que novas pessoas sejam lesadas por esse tipo de crime.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Mais de 260 mil brasileiros vão receber pagamento extra de R$ 35,9 milhões; saiba se você está na lista

 

Fonte: gcmais.com.br