Fortaleza

Demolição do Edifício São Pedro chega a 40% de conclusão e perímetro de segurança é ampliado

demolicao-do-edificio-sao-pedro-chega-a-40%-de-conclusao-e-perimetro-de-seguranca-e-ampliado
Demolição do Edifício São Pedro chega a 40% de conclusão e perímetro de segurança é ampliado

As obras de demolição do Edifício São Pedro, na Praia de Iracema, em Fortaleza, entraram em uma nova fase a partir desta quinta-feira (2). Quem passa pelo local já percebe que a fachada do edifício, aos poucos, dá lugar aos escombros. A obra já atingiu 40% de conclusão e nessa etapa novos equipamentos e máquinas devem acelerar os serviços. O prazo de conclusão da demolição do prédio está previsto para junho deste ano.

“Muito em breve a gente vai concluir essa etapa e vão ficar apenas os três últimos pavimentos e a partir daí vamos entrar com máquinas mais pesadas, mais potentes e a velocidade de demolição aumenta ainda mais. Ela ja está numa fase mais rápida, como pudemos ver nos últimos 15 dias ela evoluiu bastante”, disse Samuel Elânio, secretário de Infraestrutura.

Devido ao avanço da demolição, foi necessário ampliar o isolamento no entorno do Edifício São Pedro. Na Avenida Historiador Raimundo Girão, onde se localiza os fundos do prédio, três faixas de tráfego foram interditadas.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

“No sentido de quem vai Aldeota-Centro ficará bloqueado as três faixas. Os veículos que circularão nessa faixa ficarão mais à esquerda da Av. Historiador Raimundo Girão seguindo normalmente o fluxo sentido Centro. Já os veículos que circulam no sentido Centro-Aldeota deverão dobrar à direita na Rua Arariús, na esquerda da Rua Dragão do Mar e à esquerda novamente na rua João Cordeiro e retornando para a Av. Historiador Raimundo Girão”, explica Roberto Félix, gerente de operações da AMC.

Demolição do Edifício São Pedro gera alteração no trânsito

Enquanto tapumes eram instalados para demarcar o bloqueio na Historiador Raimundo Girão, o trânsito foi desviado para a Avenida Beira-Mar. No cruzamento com a Rua Arariús, onde há bloqueio total, a via estreita dificultou a passagem de veículos maiores como ônibus. Agentes de trânsito darão suporte aos motoristas durante as interdições. A AMC orienta que condutores busquem rotas alternativas.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

“Orientamos a população que busquem rotas alternativas como Historiador Raimundo Girão, você pode entrar à esquerda na Av. Barão de Studart, Costa Barros ou Tenente Benévolo. Os veículos que circulam no sentido Centro-Aldeota poderão circular pela Av. Monsenhor Tabosa”, reforçou Félix.

Leia também | Nova fase das obras de demolição do Edifício São Pedro altera trânsito na Praia de Iracema

Fonte: gcmais.com.br