Fortaleza

Devotos de Nossa Senhora de Fátima relatam recuperação do câncer por intercessão da Santa

devotos-de-nossa-senhora-de-fatima-relatam-recuperacao-do-cancer-por-intercessao-da-santa
Devotos de Nossa Senhora de Fátima relatam recuperação do câncer por intercessão da Santa

Desde a infância, Dona Fátima cultivou uma conexão profunda com Nossa Senhora de Fátima, enxergando-a como uma companheira, mãe e protetora em sua jornada espiritual. No entanto, foi durante um dos momentos mais desafiadores de sua vida que essa devoção se tornou ainda mais vital. Diagnosticada com câncer de mama, Dona Fátima encontrou na fé em Nossa Senhora a força necessária para enfrentar a batalha que se desenrolava à sua frente.

“Quando eu recebi esse diagnóstico, eu fui logo me agarrar com a Nossa Senhora, que eu já era bem íntima dela. Eu disse não vai ter ser com ela, porque eu fiquei desesperada, desesperada mesmo, sem saber o que fazer, eu disse não, tem que ser Nossa Senhora, tem que enfrentar. Eu não posso baixar minha cabeça, já que eu tenho a Nossa Senhora comigo na minha caminhada desde criança, com ela que eu vou me agarrar mesmo, porque é mulher, entende, acredito que ela entende, né, mãe, mulher. Acreditava e acredita que ela ia me socorrer. Todas às vezes que eu ia fazer um tratamento, ou seja, a quimio, a rádio, ou a fisioterapia em si, que era mais simples, eu pedia o direcionamento a ela. Às vezes eu me sentia até assim, eu só peço a Nossa Senhora, mas é porque a minha fé é tão grande que tinha que ser ela. Aí eu sempre o direcionava pra ela porque é minha protetora”, compartilha Dona Fátima.

Com uma fé inabalável, ela enfrentou os cinco anos de tratamento, cada sessão de quimioterapia, radioterapia e fisioterapia, com a certeza de que Nossa Senhora estava ao seu lado, guiando seus passos e iluminando seu caminho. Sua fé foi recompensada quando, após uma longa jornada de luta e perseverança, Dona Fátima recebeu alta médica, com um atestado de cura que ela atribui à interseção da santa.

“Quando finalmente recebi alta, foi como se um fardo tivesse sido levantado dos meus ombros. Cinco anos não foram fáceis, mas a presença constante de Nossa Senhora me deu a força necessária para seguir em frente”, relembra emocionada.

Ao lado de seu esposo, Seu Eudes, e de sua família, Dona Fátima continua a expressar sua devoção à Nossa Senhora de Fátima, demonstrando gratidão diariamente por sua proteção e orientação. Seu exemplo de fé e superação também inspira aqueles ao seu redor, incluindo seu filho mais velho, Ederjol, que testemunhou de perto a coragem e a determinação de sua mãe durante os momentos mais difíceis da doença.

“Minha mãe sempre foi uma guerreira, mas durante sua batalha contra o câncer, ela mostrou uma força e uma fé que nos deixaram admirados. Ela é um verdadeiro exemplo de fé e determinação”, orgulha-se Ederjol.

Atualmente, Dona Fátima dedica parte de seu tempo como voluntária no Instituto do Câncer, onde compartilha sua história de vitória e oferece apoio e conforto aos pacientes que enfrentam desafios semelhantes. Para ela, Nossa Senhora de Fátima continua sendo uma presença constante em sua vida, guiando-a e fortalecendo-a em sua jornada diária.

“Sinto-me abençoada por Nossa Senhora ter estado ao meu lado durante todo o meu tratamento. Minha gratidão por ela é imensa, e sei que sua proteção e amor continuarão a me acompanhar em cada passo que eu der”, conclui Dona Fátima, com um sorriso sereno no rosto.

Aparições de Nossa Senhora em Fátima

Passados mais de 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima, o mistério que envolve esses eventos históricos continua a intrigar e fascinar pessoas em todo o mundo. As revelações feitas aos três jovens, Lúcia, Francisco e Jacinta, continuam a ser objeto de estudo e devoção para milhões de fiéis.

No dia 13 de maio de 1917, enquanto pastoreavam ovelhas próximo à Cova da Iria, os três crianças testemunharam uma série de eventos extraordinários. Um clarão sobre uma Azinheira capturou sua atenção, e ao se aproximarem, viram uma misteriosa luz que revelou a presença de uma mulher com uma aparência etérea, que mais tarde identificaram como Nossa Senhora. A visão surpreendente marcou o início de uma série de aparições que impactariam profundamente suas vidas e a história da fé cristã.

A última aparição ocorreu em 13 de outubro de 1917, diante de uma multidão de cerca de setenta mil pessoas. Nessa ocasião, Nossa Senhora fez um pedido especial: a construção de uma capela em sua honra no local das aparições. O evento culminou com o cumprimento de um milagre prometido pela Virgem às três crianças – o Milagre do Sol. Testemunhas relataram um fenômeno extraordinário em que o Sol parecia dançar no céu, emitindo cores vivas e desenhando padrões incomuns, antes de retornar ao seu lugar no firmamento.

Apesar de mais de um século ter se passado desde esses eventos, o significado das aparições de Fátima e as mensagens transmitidas por Nossa Senhora continuam a inspirar e intrigar pessoas de todas as idades e origens. A devoção a Nossa Senhora de Fátima permanece viva e ativa, com peregrinos de todo o mundo visitando o santuário em busca de paz, conforto espiritual e milagres, mantendo viva a chama da fé e da esperança.

Leia também | TV Cidade exibe série “Milagres de Fátima”, a partir desta segunda-feira (13/05)

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br