Ceará

Enfermeira morta no trânsito em Fortaleza tinha recebido ameaças e pode ter sido vítima de execução

enfermeira-morta-no-transito-em-fortaleza-tinha-recebido-ameacas-e-pode-ter-sido-vitima-de-execucao
Enfermeira morta no trânsito em Fortaleza tinha recebido ameaças e pode ter sido vítima de execução

A Polícia Civil do Ceará investiga a possibilidade do crime em que a enfermeira Jandra Mayandra foi morta a tiros no trânsito ter sido uma execução. De acordo com fontes policiais consultadas pela equipe de reportagem da TV Cidade, a vítima tinha recebido ameaças e já havia inclusive feito um boletim de ocorrência no ano passado.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Ainda conforme a fonte policial, no boletim de ocorrência a enfermeira relatou que as ameaças vinham por um aplicativo de mensagens e que ela temia por sua integridade física.

A suspeita é que a colisão no carro foi apenas para conferir se a motorista era mesmo o alvo a ser executado. A placa da moto do assassino estava coberta para evitar que as câmeras da avenida monitorassem.

O motociclista que matou a enfermeira teria colidido com o carro da vítima duas vezes antes de cometer o crime, na noite de quarta-feira (15), no bairro Pirambu, em Fortaleza.

Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

De acordo com relatos de testemunhas, Jandra retornava do trabalho, acompanhada por outra mulher, quando o motociclista colidiu na traseira de seu carro em um semáforo. Mesmo após o ocorrido, a vítima continuou seu trajeto pela via, porém, momentos depois, o mesmo motociclista atingiu o retrovisor do veículo.

Enfermeira morta a tiros no trânsito era vítima de ameaças

Jandra Mayandra era gerente do Hospital Dr. Oswaldo Cruz (Hdoc), localizado na capital cearense.

Ela era natural da cidade de Floriano, no Piauí, e morava com parentes em Iparana, no município de Caucaia. Ela estava no Ceará há aproximadamente 10 anos e trabalhava na central de algumas unidades de pronto atendimento de Fortaleza. As informações foram repassadas à equipe de reportagem da TV Cidade por um primo da vítima.

Jandra Mayandra era gerente administrativa no Hospital Dr. Oswaldo Cruz (Hdoc). A unidade de saúde emitiu uma nota manifestando “o mais profundo pesar pelo falecimento” da gestora. “Desejamos os mais sinceros sentimentos à família e amigos neste momento de luto”.

Leia também | Dona de loja de luxo suspeita de aplicar golpes usando nome dos clientes é presa no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

 

Fonte: gcmais.com.br