Ceará

Família de mulher morta pelo marido aguarda condenação na Justiça

familia-de-mulher-morta-pelo-marido-aguarda-condenacao-na-justica
Família de mulher morta pelo marido aguarda condenação na Justiça

A espera por justiça continua para a família de Cristiane Lameu e Silva, de 45 anos. A mulher foi morta pelo marido na frente do filho em janeiro deste ano, dentro de casa, no bairro Luciano Cavalcante, em Fortaleza. Quase três meses após o crime, Antônio Márcio Ribeiro Parente e Silva está programado para ir a júri popular em 30 de abril. A família anseia pela condenação do assassino, em memória da vítima.

A lembrança de Cristiane Lameu e Silva permanece viva nas camisetas usadas pelos familiares, mas a dor e os questionamentos sobre a maneira brutal como a executiva de vendas foi morta estão presentes todos os dias desde a partida dela.

Cristiane era a caçula de cinco filhos de Francy Lameu e José. Para a idosa, a morte da filha foi como se um pedaço dela tivesse sido arrancado.

Em entrevista à TV Cidade Fortaleza, a mãe de Cristiane Lameu se emocionou bastante e foi amparada pelos familiares enquanto falava sobre a relação da filha e do ex-genro, autor do crime.

“Ela conviveu com ele por quase 30 anos, entre namoro e casamento. Ela estava querendo se separar, dizendo que não estava mais dando certo, mas não tinha conseguido ainda. Ela falava na separação, mas ele não ligava. No dia seguinte chegava com flores e declarações. Ela ficava sem saber o que fazer”, compartilhou a mãe da vítima.

A família de Cristiane ainda busca uma explicação para o caso que tirou a vida da mulher de 45 anos em 31 de janeiro deste ano.

“Nós queremos que o grito que ela teve, que ela gritou por mais de dez minutos pedindo socorro e foi silenciada por um ato covarde e premeditado. A gente quer que esse grito chegue no júri e possa ser exemplo para que casos como esses não se repitam, ou que pelo menos diminua a incidência que está muito alta no país e que a punição seja exemplar” desabafou Paulo Lameu, irmão da vítima.

Após as audiências de instrução, o júri popular do assassino de Cristiane foi marcado para o dia 30 de abril. Para a família, a expectativa é pela condenação.

Eles criaram um movimento nas redes sociais para pedir justiça e atualizar o andamento do caso. Informações podem ser verificadas no perfil @justicaporcrislameu.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia mais | Mulher é morta pelo marido ao tentar sair de casa em Fortaleza; filho de 11 anos presenciou o crime

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br