Ceará

Família sofre queimaduras graves durante incêndio em duas carretas no Interior do Ceará

familia-sofre-queimaduras-graves-durante-incendio-em-duas-carretas-no-interior-do-ceara
Família sofre queimaduras graves durante incêndio em duas carretas no Interior do Ceará

Um incêndio atingiu duas carretas e deixou uma família gravemente ferida neste domingo (5) na BR-116, entre os municípios de Alto Santo e Jaguaribara, no Interior do Ceará. O incidente resultou em três pessoas internadas com queimaduras graves, após as chamas consumirem os veículos.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMC), a equipe foi acionada por volta das 14h10. No local, os agentes se depararam com os dois caminhões completamente tomados pelo fogo. Os veículos envolvidos no incêndio eram um caminhão-tanque e uma carreta que transportava produtos lácteos.

Conforme relatos de testemunhas, o condutor do caminhão-tanque estacionou o veículo próximo a uma carreta que transportava alimentos e deixou o local. O fogo teria se iniciado na carreta que transportava alimentos, onde um homem, sua esposa e o filho do casal estavam preparando alimentos em um fogão dentro do veículo.

Incêndio atinge carretas no interior do Ceará

O incêndio se propagou rapidamente para o veículo adjacente, aumentando o perigo devido ao alto teor inflamável do BTX, um derivado do álcool presente no caminhão-tanque. As equipes de bombeiros enfrentaram uma batalha intensa contra as chamas, que persistiram por cerca de duas horas.

Segundo comunicado do CBMC, os ocupantes da carreta onde o incêndio iniciou sofreram queimaduras graves e foram prontamente encaminhados ao Hospital de Jaguaribara. Posteriormente, foram transferidos para unidades especializadas em tratamento de queimaduras em Fortaleza, buscando o melhor atendimento médico possível para sua recuperação.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Operação Tira-Treco: confira as rotas desta semana em Fortaleza

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br