Ceará

Morte de turista francesa em acidente de kitesurf traz alerta sobre cuidados em época de ventos fortes

morte-de-turista-francesa-em-acidente-de-kitesurf-traz-alerta-sobre-cuidados-em-epoca-de-ventos-fortes
Morte de turista francesa em acidente de kitesurf traz alerta sobre cuidados em época de ventos fortes

A morte da turista francesa Marybel Le Pape, de 30 anos, ocorrida na última quinta-feira (16), após um acidente enquanto praticava kitesurf no litoral do Ceará, levantou questões importantes sobre a segurança na prática de esportes náuticos durante períodos de ventos fortes.

O kitesurf é um esporte popular no litoral do Ceará, conhecido por suas fortes rajadas de vento, que atraem praticantes de todo o mundo. No entanto, essa popularidade vem acompanhada de riscos que exigem cuidados especiais e equipamentos adequados para prevenir acidentes.

Raimundo Ferreira, conhecido como “Bê”, é um instrutor de kitesurf que atua na Barra do Cauípe, no Cumbuco, litoral cearense. Ele destaca a importância da utilização de equipamentos de segurança, semelhantes aos usados por praticantes de rapel e equipes de busca e salvamento. “Capacete, trapézio, colete e barra são indispensáveis, especialmente para iniciantes”, afirma.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Escolas Certificadas e Equipamentos Atualizados

Ferreira recomenda que os aspirantes a kitesurf procurem escolas certificadas pela Associação Brasileira de Kites (ABK), que garante a adequação dos equipamentos e a qualificação dos instrutores. “Equipamentos atualizados facilitam o aprendizado e são cruciais para a segurança. Instrutores certificados e o uso de equipamentos de segurança são indispensáveis tanto na prática quanto na iniciação das aulas”, explica o especialista.

Reação ao Acidente

Sobre o recente acidente fatal com a turista francesa, Ferreira expressou suas condolências e esclareceu que Marybel era uma velejadora experiente, mas usou um kite inadequado para as condições de vento no momento. “Quero dar meus pêsames para a família e para a comunidade do kite. Foi uma fatalidade. É crucial usar o tamanho correto do kite para a intensidade do vento. Kites menores são para ventos fortes e kites maiores para ventos fracos”, ressaltou.

Ferreira enfatiza que, embora o kitesurf seja um esporte radical, ele pode ser praticado com segurança quando todas as precauções são tomadas. “O kitesurf, quando feito com segurança, traz muitos benefícios para os praticantes”, conclui.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Importância da Segurança

O acidente que vitimou Marybel Le Pape serve como um alerta para todos os praticantes de kitesurf sobre a importância de seguir rigorosamente os protocolos de segurança. Equipamentos adequados, instrutores certificados e a escolha correta do tamanho do kite em função das condições de vento são essenciais para prevenir acidentes.

O litoral cearense, especialmente a Barra do Cauípe, continua a ser um dos destinos preferidos para a prática do kitesurf, atraindo velejadores do mundo inteiro. A tragédia recente reforça a necessidade de atenção redobrada e respeito às normas de segurança para que o esporte possa continuar a ser praticado de forma segura e prazerosa.

Leia também |
Rajada de vento pode ter causado acidente que matou kitesurfista francesa no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br